Boato de que haveria greve de caminhoneiros fez muita gente correr para abastecer seus carros
Boato de que haveria greve de caminhoneiros fez muita gente correr para abastecer seus carrosFoto: Rafael Furtado/Folha de Pernambuco

Após a notícia de que terá de prestar esclarecimentos quanto a nota veiculada em suas redes sociais neste sábado (2), a rede de Postos PetroMega emitiu, no fim da tarde deste domingo (2), um comunicado oficial afirmando que não quis gerar qualquer tipo de transtorno entre seus clientes e seguidores do perfil no Instagram.

Segundo a nota dos postos do PetroMega, o informativo postado "teve base em um comunicado liberado pela União dos Caminhoneiros do Brasil (UDC), dia 31 de agosto de 2018, onde os caminhoneiros teriam alertado para uma nova mobilização". "Lamentamos a quem interpretou de outra maneira o comunicado, mas nossa intenção foi a de sempre estar próximo de nosso cliente, mantendo o laço de comunicação de um grupo que sempre zelou por essa proximidade", diz a nota.

Leia também:
Boato de greve provoca corrida aos postos de combustíveis no Recife
Governo, Procon e Polícias farão blitze nos postos da RMR nesta segunda


Até as 17h51, quando esta matéria foi publicada, a publicação polêmica permanecia no perfil oficial da empresa no Facebook. Diversos internautas chegaram a entrar no perfil da empresa e criticar a informação.

Nota publicada no perfil Postos Petromega & Lojas de conveniências Mega Shop

Nota publicada no perfil Postos Petromega & Lojas de conveniências Mega Shop - Crédito: Reprodução/Facebook

A empresa será notificada, nesta segunda (03), pela Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (SJDH) e pelo Procon/PE e convidada a prestar esclarecimentos. A SJDH destacou, ainda, que "provocar alarme, anunciando perigo inexistente, ou praticar qualquer ato capaz de produzir pânico ou tumulto é crime previsto no Art. 41, da Lei de Contravenções Penais (LCP), sob pena de prisão simples, de quinze dias a seis meses, ou multa".

Confira o informativo na íntegra:

"Comunicado à imprensa

A Diretoria dos Postos PetroMega, diante da repercussão de uma postagem publicada no dia 1 de setembro de 2018, em sua conta na rede social Instagram, esclarece que, em nenhum momento, a rede de Postos quis gerar qualquer tipo de transtorno entre seus clientes e seguidores do perfil no Instagram.

O informativo postado pela PetroMega teve base em um comunicado liberado pela União dos Caminhoneiros do Brasil (UDC), dia 31 de agosto de 2018. No texto, os caminhoneitos alertam para uma nova mobilização. Inclusive, este posicionamento dos caminhoneiros foi divulgado em matérias de grandes veículos de comunicação.
A intenção dos Postos PetroMega, ao publicar o comunicado, foi de informar a seus seguidores que seu atendimento estaria reforçado para atendê-los e que, diante da possibilidade levantada, tinha sido ampliada, antecipando qualquer imprevisto. Prova da boa-fé de nosso comunicado é que os preços dos combustíveis em nossas bombas continuam os mesmos.

Lamentamos a quem interpretou de outra maneira o comunicado, mas nossa intenção foi a de sempre estar próximo de nosso cliente, mantendo o laço de comunicação de um grupo que sempre zelou por essa proximidade. Nós, da rede de Postos PetroMega, como todos os brasileiros, torcemos pela resolução definitiva do impasse entre os caminhoneiros e a ANTT, para que nosso País siga em direção ao crescimento, pautado pela força do trabalho e honestidade em todos os setores.
Atenciosamente,

Diretoria dos Postos PetroMega

 

veja também

comentários

comece o dia bem informado: