Edvaldo Santos veio buscar azeite e algumas garrafas de vinho
Edvaldo Santos veio buscar azeite e algumas garrafas de vinhoFoto: Arthur Mota/Folha de Pernambuco

Em plena Sexta Feira da Paixão (19), muitos recifenses ainda aproveitaram o dia para comprar itens para consumir ao longo do feriado. Vários supermercados abriram suas portas, bem como os mercados de bairro (entre eles o de São José, que se destaca pelas vendas de peixe e frutos do mar). Como a Páscoa em 2019 caiu num mês considerado bom, em que as contas de início de ano já não pesariam tanto no bolso do consumidor, a expectativa do comércio era de boas vendas.

Por onde a reportagem da Folha de Pernambuco passou nesta sexta-feira (19), o clima estava calmo e com poucas filas. "Muita gente viajou, e a maioria veio comprar já durante a semana, para garantir o acesso aos melhores produtos", contou seu Joel Gomes, de 60 anos, que há quase quatro décadas tem uma banca no Mercado de São José. Para ele, o movimento este ano foi muito bom, "melhor do que em 2018". Ele também garantiu que os preços estão atrativos. "Este camarão cinza que estou vendendo a R$ 20, custava R$ 25 no ano passado", apregoa. A aposentada Elza Gomes, 69, foi uma das que compraram a seu Joel. "Já tinha adquirido peixe, agora vim buscar camarão. Vou tomar com vinho gelado", contou.

Leia também:
Shoppings oferecem atividades variadas para os pequenos no Feriado de Páscoa
Comércio à espera das vendas de Páscoa
Ovos de Páscoa: coma com moderação


Grande parte das pessoas foi às compras para complementar o que já tinham levado para casa. Foi o que aconteceu com Sandra e Cleonice Andrade, de 49 e 76 anos. Mãe e filha foram a um supermercado no bairro da Boa Vista e estavam com o carrinho cheio de bredo, suco de uva, leite de coco e, claro, peixe. "Aqui está ótimo, sem filas", elogiaram. No mesmo local, o comerciante Edvaldo Santos, 38, veio buscar azeite e algumas garrafas de vinho. "O peixe eu já tinha garantido na terça-feira. Peguei anchova, camarão e pescada amarela", contou.

De última hora

Outros admitiram que deixaram para a última hora, por conta de compromissos de trabalho. "Vim comprar o bacalhau nesta sexta-feira, porque realmente não tive tempo antes", disse a professora Lani dos Santos, 27, aliviada porque o movimento estava tranquilo. "Em outros anos, teve muita fila", relembrou.

O educador físico Abrahão Félix, 30, adquiriu um quilo de peixe albacora e outro de mariscos. Morador do bairro de Santo Antônio, ele aproveitou a logística para resolver a questão do seu almoço de Páscoa no comércio próximo à sua casa.

Edvaldo Santos veio buscar azeite e algumas garrafas de vinho
Edvaldo Santos veio buscar azeite e algumas garrafas de vinhoFoto: Arthur Mota/Folha de Pernambuco
A aposentada Elza Gomes foi buscar camarão no Mercado de São José
A aposentada Elza Gomes foi buscar camarão no Mercado de São JoséFoto: Arthur Mota/Folha de Pernambuco

veja também

comentários

comece o dia bem informado: