Governador anunciou as medidas em coletiva virtual
Governador anunciou as medidas em coletiva virtualFoto: Reprodução

O governador de Pernambuco, Paulo Câmara, determinou nesta sexta-feira (20) que a partir do próximo domingo (22) os estabelecimentos comerciais, serviços e obras de construção civil em todo o Estado sejam fechados como medida para conter o avanço do novo coronavírus. Na quinta-feira (19), foram anunciadas restrições de funcionamento para shoppings, restaurantes, bares, lanchonetes, comércios de praia, salões de beleza e clubes sociais a partir deste sábado (21). 

A determinação não abrange serviços essenciais como supermercados, padarias, mercadinhos, farmácias, postos de gasolina, casas de ração animal, depósitos de água mineral e gás, além de obras, hospitais, abastecimento de água, gás, energia e internet. Obras contratadas pelo serviço público de todos os entes federativos e consideradas essenciais também não deverão ser suspensas.

Leia também:
Pandemia de coronavírus matou mais de 10 mil pessoas no mundo
Pernambuco determina fechamento de shoppings, bares e outros estabelecimentos comerciais


Na coletiva, transmitida pela internet, Paulo Câmara voltou a pedir que a população do Estado fique em casa. "Precisamos nesse momento que o maior número possível de pessoas fique em casa para que tenhamos o mínimo de contato social", disse o governador, acrescentando que o Estado permanece trabalhando em ações para ampliar a rede de atendimento hospitalar.

Novas medidas serão anunciadas pelo Governo do Estado em outra coletiva na tarde desta sexta-feira. "Quero agradecer a compreensão de todos e assegurar aos pernambucanos e pernambucanas que estamos reunidos com os maiores especialistas de várias áreas para contribuir no enfrentamento dessa epidemia", concluiu Paulo Câmara.

Assista à íntegra do pronunciamento de Paulo Câmara:


 

Acompanhe a cobertura em tempo real da pandemia de coronavírus

 

veja também

comentários

comece o dia bem informado: