Mutirão de Negociação de Dívidas do Procon Recife no Compaz do Alto de Santa Terezinha.
Mutirão de Negociação de Dívidas do Procon Recife no Compaz do Alto de Santa Terezinha.Foto: Arthur Mota/ Folha de Pernambuco

Uma nova edição do mutirão de negociação de dívidas realizada pelo Procon Recife deve atender consumidores endividados até a próxima sexta-feira (22). O mutirão de renegociação acontece no Compaz Eduardo Campos, no Alto Santa Terezinha, Zona Norte do Recife, das 7h às 16h. A ação atende pessoas físicas e jurídicas e conta com a presença de diversas empresas, que oferecem oportunidades de negociação em condições especiais.

Durante os dias do mutirão, são distribuídas fichas de atendimento a partir das 6h para atender à capacidade máxima diária de cada empresa participante. Segundo o Procon, até 900 pessoas podem ser atendidas diariamente, capacidade de atendimento maior em relação ao primeiro evento, que aconteceu em junho. Entre as empresas, estão prestadoras de serviço como Celpe e Compesa, empresas de telefonia fixa e móvel, bancos com cartões de crédito, IPTU, Crefisa e a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), que oferece consultas de CPF.

Leia também:
Oito dicas do Procon para comprar os presentes de fim de ano sem arrependimento
Mutirão oferece negociação de dívidas até sexta no Recife


A expectativa do Procon é de atender cerca de duas mil pessoas durante os quatro dias da ação e possibilitar que os consumidores consigam chegar a um acordo para quitar dívidas. Segundo a presidente do Procon Recife, Ana Paula Jardim, a ação é baseada no sucesso das edições anteriores. “Procuramos sensibilizar essas empresas para que elas participem com uma negociação diferenciada. Não adianta participar com renegociações semelhantes às que são feitas em condições normais”, afirma Ana Paula.

“O consumidor que vem já tentou negociar a dívida, mas não coube no orçamento. Eles procuram essa ação para tirar multas, parcelar e buscar uma forma de quitar as pendências”, completa Ana Paula. O mutirão conta com a presença de advogados do Procon, que devem acompanhar as negociações e orientar os consumidores.

Para tentar renegociar as dívidas, os consumidores precisam comparecer com comprovante de residência, documento oficial e um comprovante da dívida. Isabele Maria, 22, está desempregada e teve dificuldades para quitar as dívidas com a Celpe. Para renegociar, procurou o mutirão e conseguiu abater parte das dívidas, que somavam aproximadamente R$$ 7 mil e foram reduzidas para pouco mais de R$ 4 mil. “Já tinha procurado a loja da Celpe três vezes, mas não tinha conseguido pagar. Estou muito satisfeita com a negociação daqui. Agora vou pagar as parcelas, que devem chegar na minha conta e eles vão religar a luz da minha casa”, disse Isabele, que tinha débitos com a Celpe desde 2014.

Mutirão de Negociação de Dívidas do Procon Recife no Compaz do Alto de Santa Terezinha.
Mutirão de Negociação de Dívidas do Procon Recife no Compaz do Alto de Santa Terezinha.Foto: Arthur Mota/ Folha de Pernambuco
Mutirão de Negociação de Dívidas do Procon Recife no Compaz do Alto de Santa Terezinha.
Mutirão de Negociação de Dívidas do Procon Recife no Compaz do Alto de Santa Terezinha.Foto: Arthur Mota/ Folha de Pernambuco

veja também

comentários

comece o dia bem informado: