Comunidade de brasileiros na Irlanda
Comunidade de brasileiros na IrlandaFoto: Reprodução

Espalhados em vários lugares do mundo, muitos brasileiros vão morar em outro país em busca de trabalho, estudo, relacionamentos e outros projetos. Entretanto, muitas vezes, partem com um grande objetivo: realizar o sonho de ter uma vida com mais oportunidades, que nem sempre encontram em sua terra natal. O visto de trabalho é um fator essencial para quem busca permanecer nestes países pelo maior tempo possível. A lista a seguir elenca sete países que oferecem o visto para brasileiros.

Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, de acordo com o último censo, realizado em 2010, são 500 mil brasileiros vivendo no exterior. O dado é discrepante ao do Ministério das Relações Exteriores, que traz uma estimativa de 2,5 milhões. 

Leia também:
Gastos de brasileiros no exterior aumentam 32,6% em setembro
Califórnia amplia proteção legal para imigrantes e vira "estado-santuário"


Estados Unidos
Apesar das novas restrições às políticas de imigração no país, ainda existem muitas oportunidades de trabalho com ganhos acima da realidade para muitos brasileiros. O processo é burocrático, mas acontece. Existem diversos vistos diferentes para imigrar - você pode ir como estudante, como contratado de uma empresa americana ou como funcionário de uma empresa internacional com sede nos Estados Unidos.

Irlanda
Os brasileiros são a maior comunidade estrangeira não europeia vivendo na Irlanda. O país permite a combinação de estudos, trabalho temporário e viagens. Existem algumas e restrições, mas, em geral, é possível ficar por um bom tempo com boas condições de qualidade de vida.

Canadá
Queridinho dos brasileiros nos últimos anos, o Canadá oferece a possibilidade de até 20 horas de trabalho por semana para estudantes de graduação sem precisar de autorização do governo para isso. Depois de concluir o curso, o estudante pode ficar trabalhando por mais três anos, e, após esse período, solicitar a permanência definitiva. A mesma regra de estudo e trabalho vale para cursos com pelo menos seis meses de duração.

Nova Zelândia
A Nova Zelândia é um dos países que oferecem as maiores facilidades para estrangeiros em busca de trabalho. É possível adquirir um visto de estudante e trabalhar por até 20 horas semanais, matriculando-se em qualquer curso com duração superior a 14 semanas. Se após o curso o estudante conseguir um emprego em área relevante para sua formação, pode adquirir o visto pós-estudo e continuar no país por mais dois anos. Para conseguir o visto permanente, é necessário dominar o inglês, ter reputação ilibada, e viver no país por no mínimo cinco anos.

Austrália
A Austrália também entra na lista dos países que mais facilitam o visto de trabalho. É possível trabalhar legalmente tanto temporariamente quanto permanentemente. Segundo o órgão responsável, nos últimos dois anos 1.141 brasileiros conseguiram a cidadania australiana.

Argentina
Por conta do acordo entre os países do Mercosul, imigrar para qualquer país pertencente ao grupo é mais fácil do que se imagina. Um brasileiro pode pedir um visto de residência temporária para estudar, que o permite trabalhar e também viajar, durante dois anos.

Uruguai
Assim como a Argentina, o Uruguai também faz parte do Mercosul, portanto há livre circulação de brasileiros por esses países. É possível trabalhar, estudar, viajar e até abrir empresas no país, desde que siga as orientações do guia do Ministério das Relações Exteriores.

comece o dia bem informado: