Próximo ao Porto do Recife, posto já estava sem gasolina desde ontem e com o diesel no fim
Próximo ao Porto do Recife, posto já estava sem gasolina desde ontem e com o diesel no fimFoto: Gustavo glória

Os postos de combustíveis da Região Metropolitana do Recife já sentem os efeitos da greve dos caminhoneiros, iniciada na segunda-feira passada pela associação brasileira da categoria, a Abcam, e, desde essa terça (22), dão sinais de desabastecimento. Em ronda realizada nessa terça, a reportagem se deparou com várias revendas sem gasolina e sem diesel. Segundo o setor, o risco de colapso é grande. Isso porque os caminhoneiros não têm previsão de encerrar a mobilização contra os aumentos do diesel. A situação é tão grave que o Grande Recife Consórcio anunciou que vai circular com a frota de ônibus reduzida em 8% na manhã desta quarta-feira.

De acordo com o presidente do Sindicato dos Postos de Combustíveis de Pernambuco (Sindicombustíveis-PE), Alfredo Pinheiros, o risco de desabastecimento geral é muito grande, visto que a última vez que um caminhão de combustível saiu do Porto de Suape para abastecer a rede foi no domingo passado (20). “Por mais que a pressão e a pauta de reivindicação sejam justas, infelizmente quem termina pagando a conta somos nós e os clientes”, afirmou.

Segundo o Porto de Suape, desde segunda-feira os caminhões estão estacionados no acostamento da avenida portuária, impedidos de acessar a área portuária pelo Sindicato dos Transportadores Autônomos de Cargas de Pernambuco (Sintracape), cujo representante não foi localizado pela reportagem.

Leia também:
Ministro da Fazenda confirma fim da Cide para diesel
Greve de caminhoneiros continuará nesta quarta; redução da Cide 'não resolve', diz Abcam


Nos postos, seus representantes se mostraram preocupados, já que não têm previsão de receber mercadoria. No posto Shell, perto do Porto do Recife, na manhã de terça (22) os clientes já não encontravam a gasolina. “O último abastecimento aqui no posto foi no sábado devido ao problema por causa dos aumentos”, disse o frentista Valmir Edvaldo, acrescentando que o estoque de diesel vai até 12h de hoje.

No posto BR da entrada de Olinda, o diesel acabou e o estoque da gasolina está baixo. “O dono do posto disse não ter previsão de abastecimento. Não sabemos se a gasolina que ainda temos chega até amanhã [esta quarta, 24] porque muita gente está aproveitando”, contou o gerente de pista, Flávio da Silva.

A reportagem encontrou muitos consumidores em busca de postos que ainda tivessem combustível. O autônomo José do Nascimento, aproveitou para colocar diesel. “Já me informaram que postos da Avenida Norte estão sem combustível, então estou abastecendo para garantir os próximos dias”, disse. A preocupação do taxista Samuel de Souza também é grande. “Já fui a dois postos do Recife e Olinda, mas não encontrei. E os preços estão absurdos, nunca vi isso em 38 anos de profissão”, lamentou Souza.

Prevenção
O Grande Recife Consórcio informou que, devido à paralisação dos caminhoneiros e o comprometimento no abastecimento de diesel nas empresas operadoras, os ônibus do Grande Recife deverão circular, na manhã desta quarta, com a mesma frota do período de férias de janeiro deste ano. A medida é emergencial e representa redução de 8% no número de viagens, ou menos 200 veículos da frota de 2.700 ônibus. “O Consórcio vai acompanhar a operação dos ônibus e a paralisação dos caminhoneiros. A depender dos rumos, o Grande Recife poderá tomar outras medidas ao longo do dia”, diz a nota oficial.

veja também

comentários

comece o dia bem informado: