A estrutura física do Outlet é um Open Mall
A estrutura física do Outlet é um Open MallFoto: Divulgação

Primeiro Outlet Premium de Pernambuco está sendo construído às margens da BR-232 em Moreno. O investimento inicial para o empreendimento é de R$ 65 milhões, o que deve atrair uma geração de cerca de 2 mil empregos diretos. A previsão é que o Outlet entregue o espaço para os lojistas até julho de 2020. A inauguração está prevista para antes do próximo Dia das Crianças, com cerca de 72 lojas nos setores de moda, calçados e acessórios, entre outros. Algumas marcas como Ellus, Times Center, Bob’s Store, Richard, VR, Cafeteria Delta devem estar presentes no Outlet. A proposta do empreendimento é ofertar um mix de lojas com descontos de 30% a 70% para os consumidores.

Diferente dos shoppings, as lojas de outlets têm um tamanho médio maior - cerca de 200 m². O espaço ocupado inicialmente pelo mall será de 11,2 hectares, mas o empreendimento tem área total de 50 hectares. O conceito de outlet tem uma característica que difere dos shoppings. O sócio diretor da Agência Brasileira de Outlets (About), André Costa, explica o conceito. “O shopping é pensado para custar pouco na gestão para que o lojista possa vender com desconto e ter margem de lucro, o que afeta diretamente numa maior quantidade no volume de vendas”, detalha. O projeto foi apresentado na segunda-feira (11) pelos empreendedores em visita ao diretor executivo da Folha de Pernambuco, Paulo Pugliesi.

Leia também: 
Com aporte de R$ 60 milhões, Moreno vai ganhar outlet em 2020
Shopping Plaza investe R$ 1,5 milhão em decoração natalina

André Costa destaca que o projeto já foi aprovado com capacidade para ter o dobro do tamanho da fase inicial. No entanto, ainda não há previsão para a data de expansão. “O objetivo do local é atrair os consumidores para que eles possam passar um tempo maior fazendo compras”, acrescenta. A estrutura física do Outlet Premium será no estilo open mall. Todo instalado no piso térreo, o empreendimento é pensado para não ter escada rolante, elevador e custos altos. “Mesmo sendo um ambiente aberto, é todo sombreado, com áreas de fast food, todas climatizadas. Além disso, explora muito as questões de ambientação, com muito paisagismo. É um modelo clássico, com todas as lojas viradas para um grande boulevard”, explica o executivo.

O projeto terá restaurantes externos para que os consumidores usufruam do ambiente e tenham comunicação com a estrada. O novo Outlet ainda terá um parque infantil, que deve ser uma área de compensação para as crianças. Para o empreendedor e sócio do grupo BCI, Paulo Perez, Moreno é um município que está retomando seu crescimento e apresentará uma evolução como o novo projeto. “Serão 2 mil pessoas trabalhando no Outlet. Você vai com a família para passar o dia no local e vai fazer uma compra maior", diz Perez. Sócio da LMS/TGI, Eduardo Lemos Filho afirma que o Outlet será um local onde os consumidores planejam seu dia para consumir com toda a família. Além disso, ele afirma que por Moreno ter uma necessidade de empregabilidade, haverá um direcionamento natural de absorção da mão de obra do município.

veja também

comentários

comece o dia bem informado: