Folha Finanças
Folha FinançasFoto: Arte/Folha de Pernambuco

Neste espaço você encontra esclarecimentos de especialistas sobre como investir o seu dinheiro. Nesta semana, quem responde é o administrador Eduardo Caldas. Mande sua pergunta também para [email protected].

Vou receber R$ 1.500 da restituição do imposto de renda. Não tenho nada planejado para comprar. Qual a melhor aplicação com esse valor? (Lucicleide Silva, Casa Caiada, Olinda)

É interessante sempre saber qual seria o seu perfil para aplicações. Normalmente existem os perfis Conservadores, Moderados, Arrojados e Agressivos. Para investidor iniciante, uma alternativa muito segura e que possui um custo menor, é Título do Tesouro Nacional.

O Tesouro Selic é a aplicação mais conservadora e com menor custo para isso. Entrega uma rentabilidade de acordo com a nossa taxa de juros e tem liquidez para qualquer emergência e/ou oportunidade que venha a aparecer.

Essa aplicação pode ser feita através de corretora de valores ou junto ao banco onde possui conta. Ou, até mesmo diretamente pelo site do tesouro direto. 

Vendi meu carro por R$ 15 mil e quero comprar outro, mas pretendo usar R$ 5 mil desse valor para aplicar e tirar daqui a um ano. Qual seria a melhor aplicação? (Jose Carlos Santos, Janga, Paulista)

A melhor aplicação vai ser ajustar com o objetivo que se tem para esse valor e o quanto você está disposto a isso.

Como há um prazo curto para isso, um ano, existem fundos do qual, mesmo pagando imposto de renda no resgate, há a possibilidade de bons ganhos.

O mercado está bem atrativo para Pré-Fixado e Inflação. Existem fundos que não utilizam o CDI como referência de ganho e sim outros como IRF-M (referência para todos os títulos pré-fixado do tesouro) e o IMA-B (referência para todos os títulos da inflação). Esses tipos de fundo possuem vários papéis diferentes do qual, normalmente, se tem uma rentabilidade bem acima do CDI (taxa básica de juros). Esses fundos podem ser aplicados diretamente no banco onde possui conta ou em corretoras de valores.

veja também

comentários

colabore com a folha

comece o dia bem informado: