Petrobras
PetrobrasFoto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

A Petrobras registrou lucro de R$ 6,6 bilhões no terceiro trimestre de 2018, alta de 2.397% com relação aos R$ 266 milhões do mesmo período do ano anterior. No ano, a empresa acumula lucro de R$ 23,6 bilhões, 371% a mais do que nos nove primeiros meses de 2017.

Segundo a estatal, o resultado do terceiro trimestre reflete melhores margens com a venda de derivados no mercado interno, com o aumento dos preços dos combustíveis, mas foi parcialmente compensado por acordo de R$ 3,5 bilhões para encerrar investigações sobre corrupção nos Estados Unidos.

Nesse período, a empresa vendeu gasolina pelos maiores preços desde que começou a praticar reajustes diários, em julho de 2017. Nas últimas semanas, porém, tem acompanhado a queda do dólar e das cotações internacionais.

Leia também:
Petrobras fecha terceiro trimestre com lucro líquido de R$ 6,6 bilhões
Petrobras negocia refinaria de Pasadena com americana Chevron

Com o início do programa de subvenção sobre o diesel, a estatal conseguiu também recuperar mercado nas vendas desse combustível, em que vinha enfrentando competição de importadores privados.

Com relação ao segundo trimestre de 2018, o lucro da empresa caiu 34%. Em nota ao mercado, a companhia diz que, excluindo os efeitos do acordo nos Estados Unidos, o lucro no trimestre seria de R$ 10,2 bilhões.

No trimestre, a Petrobras teve receita de R$ 98,2 bilhões, alta de 36,7% na comparação com os R$ 71,8 bilhões do mesmo período de 2017. A geração de caixa medida pelo Ebitda (lucro antes de impostos, juros, depreciações e amortizações cresceu 55,2%, para R$ 29,8 bilhões.

O endividamento líquido da Petrobras ficou em R$ 291,8 bilhões ao fim do trimestre, alta de 4% em relação ao verificado no início do ano, provocada pela elevação do dólar frente ao real.

veja também

comentários

comece o dia bem informado: