Diesel
DieselFoto: Fernanda Carvalho/Fotos Públicas

A Petrobras anunciou nesta terça-feira (27) mudanças em sua política de preços para o diesel, que passará a ter reajustes em um prazo mínimo de 15 dias. A decisão foi aprovada pela diretoria da estatal em reunião na segunda-feira (26).

É a segunda mudança na periodicidade dos preços desde que a política de reajustes diários foi estabelecida, em 2017. Este modelo foi bastante criticado em 2018, em um processo que culminou com a greve dos caminhoneiros. No início do ano, a estatal anunciou que poderia segurar reajustes do preço do diesel - como já vinha fazendo com a gasolina -usando mecanismos de proteção financeira para evitar prejuízos.

Leia também:
Governo pede destituição de conselheiro da Petrobras nomeado por Dilma
Preço da gasolina sobe pela 4ª semana e acumula alta de 3,5% em um mês
Petrobras avisa sindicatos que contribuição de março não será descontada em folha


Em nota divulgada nesta terça-feira (26), diz que manterá o uso dos mecanismos financeiros. Os reajustes, afirma a companhia, serão feitos "em períodos não inferiores a 15 dias". A estatal disse que manterá o acompanhamento das cotações internacionais, com margens para remunerar os riscos de operação.

veja também

comentários

comece o dia bem informado: