Paulo Guedes, ministro da Economia
Paulo Guedes, ministro da EconomiaFoto: Marcos Corrêa/PR

Em reunião com prefeitos nesta quarta-feira (30) o ministro da Economia, Paulo Guedes, defendeu que a proposta de reforma da Previdência elaborada pelo governo inclua estados e municípios, além de servidores públicos civis e militares, informaram participantes do encontro.

De acordo com o presidente da Frente Nacional de Prefeitos (FNP), Jonas Donizette, os convidados pediram que as mudanças nas regras da Previdência atinjam os servidores municipais. "Ele concordou. [...] Qual é o compromisso? O projeto aprovado pelo governo federal terá valia para estados e também para os municípios", disse.
Segundo ele, Guedes pediu apoio dos prefeitos e defendeu que a reforma tenha validade para todos, citando também os servidores civis e militares.

"Para todas as categorias, uma igualdade para todos. Numa mesma proposta, e não em propostas separadas", afirmou. A Frente Nacional de Prefeitos reúne 400 municípios de porte médio e grande. Sete prefeitos participaram do encontro no ministério.
De acordo com Donizette, os participantes da reunião defenderam que a proposta de reforma tenha uma transição que permita um efeito imediato nas contas públicas.

Leia também: 
Proposta de reforma da Previdência terá regime de capitalização, diz Guedes
Rombo da Previdência sobe 3,2% e alcança R$ 195,2 bilhões em 2018


Guedes não deu detalhes sobre o projeto, que ainda passa por avaliação do presidente Jair Bolsonaro. O texto final deve ser enviado ao Congresso em fevereiro.
Na próxima semana, está prevista uma reunião de prefeitos com o secretário especial de Previdência e Trabalho do ministério, Rogério Marinho. Sobre os comentários de Donizette, a reportagem procurou o Ministério da Economia, mas não teve resposta até as 19h.

veja também

comentários

comece o dia bem informado: