Fabio Coelho, Presidente do Google Brasil
Fabio Coelho, Presidente do Google BrasilFoto: Divulgação

São Paulo (SP) - Acessibilidade e inclusão. Estes foram os temas mais abordados entre as inovações anunciadas pelo Google para o Brasil em 2019. Entre os destaques anunciados nesta quinta-feira (06), em São Paulo, estão o lançamento de pontos gratuitos de Wi-Fi no país, programas de incentivo à especialização em TI e também novos produtos com uma experiência mais simples através do Google Assistente.

"Para nós, democratizar o acesso inclui empresas, mas também pessoas. Nossa missão é tornar a internet mais acessível para a população", disse o presidente Google Brasil, Fábio Coelho, durante o discurso de abertura.

Leia também:
Retrospectiva inédita de Portinari é lançada pelo Google
Google suspende parte de acesso da Huawei ao Android
Google irá incorporar realidade aumentada a ferramenta de buscas

Durante a apresentação, foram falados sobre os novos desdobramentos do Google Assistente, que estará com ferramentas aperfeiçoadas como os placares de futebol, Google Arts&Culture

"Existimos para desenvolver produtos que auxiliem as pessoas, as quais também tentamos ganhar a confiança, disse o vice-presidente de Assuntos Globais do Google, Kent Walker.

Privacidade
Um dos tópicos tratados foi o da privacidade. Com tantas informações e dados compartilhados pelos usuários, a Google busca uma experiência mais privativa para as pessoas com o Auto-Delete disponível em atividade web e de aplicativos, modo de navegação anônima em aplicativos como o Google Maps e dupla verificação em celulares Android para as contas Google.

"Acreditamos que é possível fazer produtos de alta qualidade com o máximo de privacidade possível", falou Sommers durante a apresentação.

Novo celular
O Google também anunciou um novo dispositivo, o primeiro Smart Feature Phone KaiOS do Brasil, aparelho a baixo custo tornará a tecnologia do Google Assistente mais acessível ao público brasileiro. Em parceria com a Positivo, o novo aparelho, que custará R$ 279 reais estará a venda no fim de junto em lojas brasileiras.

Com ele, será possível utilizar os recursos do Google Assistente e alguns aplicativos do sistema, tudo isso apertando a tecla central.

Wi-Fi gratuito
Outro anúncio é que o Brasil será o oitavo país a receber serviço de Wi-Fi rápido e gratuito: o Google Station. A plataforma contará com pontos de acesso espalhadas pela cidade de São Paulo, que será a primeira do País a receber o serviço.

No Brasil, o projeto só foi viável por conta de uma parceria entre America Net, Linktel e atualmente o patrocínio do Itaú. O objetivo é que até 2020 milhões de brasileiros possam ter acesso aos pontos do Google Station. "Mesmo que estejamos mais conectados do que nunca no Brasil, as pessoas querem estar na internet sem consumir os seus dados móveis e, para muitos, o acesso à informação ainda é um grande desafio", explica o presidente do Google Brasil, Fabio Coelho.

A plataforma, lançada em 2016 durante o Google For India, tem mais de 1.000 pontos de acesso no planeta. Pelo mundo, o Google Station está presente em países como México, Indonésia, Índia, Tailândia, Nigéria, Filipinas e Vietnã. "Nossa meta é ajudar o maior número possível de pessoas que estão off-line ou que têm conexões ruins a ter uma conexão de alta qualidade", afirma o Chief Business Officer de Next Billion Users, David Saphiro. David fica responsável pela área do Google voltada a fazer versões acessíveis dos programas da empresa.

Capacitação
Um dos anúncios foi a criação de um curso hospedado na plataforma Coursera em parceria com a iniciativa Cresça com o Google. A partir de 16 de setembro, estará disponível o Certificado Profissional de Suporte em TI, pelo valor de US$ 39 por mês (cerca de R$ … )

A iniciativa busca oferecer conteúdo relevante para o setor, e conta com laboratórios práticos desenvolvidos por funcionários do Google que trabalham na área. Com o curso, os alunos poderão ter nível básico em suporte de TI em aproximadamente oito meses.

O curso surge através de uma preocupação global em preencher vagas ociosas no setor. Somente nos EUA, são mais de 500 mil vagas abertas para a área. Em Pernambuco, o Porto Digital possui cerca de 900 em aberto nas suas empresas. Além disso, fazendo parte do lançamento está uma oferta de bolsas a mais de 2 mil pessoas no Brasil, com investimento de R$ 4,5 milhões feito pelo Google.org juntamente com a Junior Achievement Brasil (JA Brasil), para ajudarem comunidades carentes a terem acesso gratuito ao programa

veja também

comentários

comece o dia bem informado: