Google Maps
Google MapsFoto: Maps/Reprodução

A partir desta quinta-feira (27), o Google Maps disponibiliza mais recursos para quem quer utilizar o transporte público pelo mundo. Entre os principais estão previsões de lotação para ônibus, trem ou metrô, baseado em histórico de viagens passadas. Inicialmente, os usuários começarão a ver esses recursos em quase 200 cidades em todo o mundo, tanto no Android quanto no iOS. 

Leia também 

Google liberará sucessor do SMS sem parceria com operadoras
Google anuncia pontos de Wi-fi gratuitos em todo o Brasil

Com a nova função, é possível tomar uma decisão de esperar ou não mais alguns minutos por um veículo em que se tenha mais chances de conseguir um lugar. Em breve, a funcionalidade deve começa a aparecer para o usuário em cidades como São Paulo e Rio de Janeiro.

As previsões de lotação vêm do feedback opcional diretamente das pessoas que usam o Google Maps. Para saber mais sobre como os níveis de superlotação variam ao redor do mundo, o Google analisou relatórios agregados e anônimos de lotação de usuários do Google Maps de outubro de 2018 a junho de 2019 durante o horário de pico (das 6h às 10h) e identificou quais linhas têm o maior número de aglomerações

Tráfego em tempo real para ônibus

Outra função oferecida para o usuário é ver se o ônibus chegará atrasado, quanto tempo de atraso e o tempo de viagem de forma mais precisa com base nas condições de tráfego em seu trajeto. Ainda será possível ver exatamente onde estão os congestionamentos no mapa, assim é possível planejar a viagem antes mesmo de entrar no ônibus. Em breve, o recurso deve começar a ser visto em cidades como Brasília, Recife e Salvador.

veja também

comentários

comece o dia bem informado: