Cidade da Toyota, apresentada na CES 2020
Cidade da Toyota, apresentada na CES 2020Foto: Toyota/Divulgação

A Toyota apresentou na última segunda-feira (6) planos de uma cidade futurística aos pés do Monte Fuji, no Japão. A novidade foi divulgada durante a Consumers Electronics Show 2020, maior feira de tecnologia do mundo, realizada em Las Vegas, Estados Unidos.

Com mais de 700 mil metros quadrados, a Woven City deve ser construída a partir de 2021, tendo um um ecossistema totalmente conectado, alimentado por células a combustível de hidrogênio.

Concebida como um "laboratório vivo", a Woven City servirá de lar para residentes e pesquisadores em tempo integral que poderão testar e desenvolver tecnologias como autonomia, robótica, mobilidade pessoal, casas inteligentes e inteligência artificial de maneira real.

"Construir uma cidade completa desde o início, mesmo em pequena escala como essa, é uma oportunidade única de desenvolver tecnologias futuras, incluindo um sistema operacional digital para a infraestrutura da cidade. Com pessoas, prédios e veículos todos conectados, eles estarão se comunicando por meio de dados e sensores. Poderemos testar a tecnologia de IA conectada tanto no mundo virtual quanto no físico maximizando seu potencial ", disse o presidente da Toyota Motor Corporation, Akio Toyoda.

A Toyota fará um convite aberto para colaborar com outros parceiros comerciais e acadêmicos e convidará cientistas e pesquisadores interessados ​​de todo o mundo a trabalhar em seus próprios projetos nesta incubadora única do mundo real.

Para o projeto de Woven City, a Toyota contratou o arquiteto dinamarquês Bjarke Ingels, diretor executivo do Bjarke Ingels Group (BIG). Sua equipe na BIG criou muitos projetos de destaque: do World Trade Center 2, em Nova York e da Lego House na Dinamarca, até a sede do Google em Mountain View e Londres.

"Um enxame de diferentes tecnologias está começando a mudar radicalmente a maneira como habitamos e navegamos em nossas cidades. Soluções de mobilidade conectadas, autônomas, livres de emissões e compartilhadas estão fadadas a criar um mundo de oportunidades para novas formas de vida urbana. Com a amplitude das tecnologias e indústrias com as quais pudemos acessar e colaborar com o ecossistema de empresas da Toyota, acreditamos ter uma oportunidade única de explorar novas formas de urbanidade com a Woven City, que poderiam abrir novos caminhos para outras cidades explorarem”, explicou o Fundador e Diretor de Criação da BIG, Bjarke Ingels.

Design da cidade

O plano diretor da cidade inclui as designações para uso na rua em três tipos: somente para veículos mais rápidos, para uma mistura de velocidade mais baixa, mobilidade pessoal e pedestres, e para um passeio parecido com um parque apenas para pedestres.

Esses três tipos de ruas se entrelaçam para formar um padrão de grade orgânica para ajudar a acelerar os testes de autonomia.

A cidade está planejada para ser totalmente sustentável, com edifícios feitos principalmente de madeira para minimizar a pegada de carbono, usando marcenaria japonesa tradicional, combinada com métodos de produção robótica.

Os telhados serão cobertos por painéis fotovoltaicos para gerar energia solar, além da energia gerada por células a combustível de hidrogênio. A Toyota planeja tecer ao ar livre por toda a cidade, com vegetação nativa e hidroponia.

As residências serão equipadas com as mais recentes tecnologias de suporte humano, como a robótica doméstica, para ajudar na vida diária. As residências usarão a IA baseada em sensor para verificar a saúde dos ocupantes, cuidar das necessidades básicas e melhorar a vida cotidiana, criando uma oportunidade de implantar tecnologia conectada com integridade e confiança, de forma segura e positiva.

Leia também:
CES 2020: Sony surpreende e apresenta carro elétrico
CES 2020: Samsung apresenta teclado invisível
CES 2020: confira os principais lançamentos da Acer

Veículos e mobilidade

Para deslocar os moradores pela cidade, apenas veículos totalmente autônomos e com emissão zero serão permitidos nas principais vias. Em toda a cidade de Woven, Toyota e-Palettes autônomas serão usadas para transporte e entregas, bem como para o varejo móvel mutável.

Os parques do bairro e um grande parque central para recreação, bem como uma praça central para reuniões sociais, são projetados para reunir a comunidade. A Toyota acredita que incentivar a conexão humana será um aspecto igualmente importante dessa experiência.

A Toyota planeja preencher Woven City com funcionários da Toyota Motor Corporation e suas famílias, casais aposentados, varejistas, cientistas visitantes e parceiros do setor. O plano é que 2000 pessoas comecem, adicionando mais à medida que o projeto evolui.

veja também

comentários

comece o dia bem informado: