Secretária de turismo, esportes e lazer do Recife, Ana Paula Vilaça durante evento
Secretária de turismo, esportes e lazer do Recife, Ana Paula Vilaça durante eventoFoto: Divulgação

Refazer experiências, torná-las acessíveis para a participação da população e fomentar o turismo de base. Esse é o mote que fez com que Recife fosse agraciada, nesta quinta-feira (1º), com o título de Cidade do Turismo Criativo. A capital pernambucana é a primeira de todo o Brasil a ganhar a titulação concedida pela Creative Tourism Network - entidade internacional que já realizou o reconhecimento de destinos importantes como Barcelona, Paris e Ibiza. A titulação e os próximos caminhos a serem percorridos foram comemoradas e debatidos durante evento, realizado no Espaço Ceça, localizado no bairro da Boa Vista, na área central da Cidade.

De acordo com a secretária de turismo, esportes e lazer do Recife, Ana Paula Vilaça, essa certificação é vista como uma revalidação de todo o trabalho promovido pela gestão. “É uma grande conquista para a nossa Cidade, uma grande conquista para a gestão Municipal, esse reconhecimento e título para o Recife como a primeira cidade do Brasil como destino criativo. Isso significa que a gente vai ter uma visibilidade mundial - uma vez que a rede internacional de turismo faz uma espécie de promoção e divulgação dos destinos. Isso é o reconhecimento do trabalho da gestão municipal de valorização da cultura local, às nossas manifestações culturais - nossa arte, dança, música. É um trabalho de estruturação que vem crescendo no mundo inteiro”, destacou.

A pioneira e responsável pela angariação do título foi a Recria - uma rede de turismo que movimenta a economia criativa nas comunidades da Ilha de Deus e da Bomba do Hemetério. Transformando caminhos e fazendo um turismo de valor, a rede acredita que isso é apenas o começo para o devido reconhecimento do Recife. “Damos força e fomentamos muito a base do turismo que são as pessoas. A gente extrai o melhor do local, da população e fazemos com que esse fluxo siga. Acreditar no potencial das pessoas é acreditar que o turismo pode e vai ser diferente. É esse o resultado do nosso trabalho”, alega a Co-fundadora da Recria -Rede Nacional de Turismo Criativo, Karina Zapata.

A junção da valorização da cultura e da nova maneira de se fazer turismo é uma das motivações para o reconhecimento da Capital. Em um vídeo enviado à Prefeitura do Recife, a diretora do Creative Tourism Network - Rede de Turismo Criativo -, Caroline Couret afirmou que “além da cultura e tradição, o grande valor e diferencial do turismo criativo do Recife é a sua gente”.

Os associados da Recia que trabalharam para a conquista desta titulação são o Bistrô da Negralinda, localizado na Ilha de Deus; Espetinho da Ceça, localizado na Bomba do Hemetério ; e o artista multimídia e agitador cultural, DJ Mozaum.

veja também

comentários

comece o dia bem informado: