Concessionária
ConcessionáriaFoto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Comprar um carro usado, às vezes é a opção para quem não tem naquele momento o recurso necessário para bancar um carro 0 km. Há também aqueles que preferem aplicar o valor do carro novo em um usado, que seja mais confortável e com mais acessórios.

No entanto, há que se ter um cuidado extra neste momento para que o sonho então não se transforme em pesadelo. Mas, quais são as dicas que você deve tomar na hora que for procurar um carro? Para o docente especialista na área automotiva do Senai Pernambuco, Marcelo Farias, na parte externa do veículo, aspectos como carroceria, alinhamento devem ser verificados na hora da compra.

“Olhar o alinhamento de farol, checar se as quatro portas abrem e fecham sem resistência, assim como tampa da mala são aspectos fundamentais para identificar uma possível colisão”, detalha o especialista. Ainda de acordo com ele, é indicado que o carro seja colocado num espaço aberto para comparar a tonalidade da pintura. “Caso haja divergência, pode ser um sinal de que o veículo tenha sofrido um reparo de má qualidade frente a uma possível avaria”, completa.

O especialista ainda explica que com relação ao funcionamento do motor é preciso estar atento ao vazamento de óleo. “Quando abrir o capô do carro, deve-se observar pontos onde pode acontecer vazamentos de óleo. Isso pode ser um sinal de que o carro é muito usado e não fez as manutenções preventivas e corretivas”, ressalta.

Leia também:
CES 2020: FCA e McDonalds fazem parceria para acesso de cardápio no painel do carro
Lei proíbe carros a combustão em Fernando de Noronha
CES 2020: Sony surpreende e apresenta carro elétrico   

Ainda sobre o motor, Farias ainda aconselha ao comprador verificar fluidos de freio, sistema de arrefecimento. “Visualmente você consegue fazer o check up e constatar se o carro vem fazendo as manutenções periódicas. Outro dica é quando ligar o carro não ficar acelerando, mas sim deixar estabilizar a marcha lenta para verificar se há algum ruído ou chiado de origem do motor”, acrescenta. Neste caso, Farias recomenda que seja levado um profissional de confiança para avaliar a gravidade do desgaste e se isso irá comprometer o funcionamento do motor futuramente.

É do lado de dentro do carro, que o futuro comprador vai ter mais contato após a compra do carro. Por isso, é interessante que observe-se o estado de conservação de alguns itens. “Volante, manopla do câmbio, pedais muito desgastados podem indicar um carro com uma condição de uso elevada em termos de quilometragem. Observar a limpeza dos bancos e teto interno do carro, pode indicar se carro vem sendo bem cuidado”, alerta.

É do lado de dentro do carro, que o futuro comprador vai ter mais contato após a compra do carro. Por isso, é interessante que observe-se o estado de conservação de alguns itens. “Volante, manopla do câmbio, pedais muito desgastados podem indicar um carro com uma condição de uso elevada em termos de quilometragem. Observar a limpeza dos bancos e teto interno do carro, pode indicar se carro vem sendo bem cuidado”, alerta.

Outros pontos para se verificar é quando for de fato dirigir o veículo. “Tem que estar atento a troca de marcha que precisa ser suave, caso contrário, pode indicar uma possível necessidade na troca do kit de embreagem”.
  
De forma geral, após cinco anos de uso requer uma atenção especial. É que provavelmente podem aparecer problemas de fatores corretivos que não são comuns do dia a dia, mas comuns pelo tempo do carro. Mas que no entanto o curto pode ficar nas mãos do próximo dono.

veja também

comentários

comece o dia bem informado: