Demissão

Eletrobras anuncia PDV para desligar 1.574 funcionários

Se meta for atingida, haverá redução de 20% no quadro de pessoal da holding do setor elétrico, conforme associação de empregados da companhia

Eletrobras Eletrobras  - Foto: Divulgação

A Eletrobras abrirá amanhã, dia 20, para inscrições em mais um Plano de Demissão Voluntária (PDV), com a meta de desligar até 1.574 funcionários, informou a companhia em comunicado ao mercado divulgado nesta segunda-feira, 19. A informação foi antecipada pelo colunista Lauro Jardim, de O Globo.

Segundo a Associação de Empregados da Eletrobras (Aeel), a empresa tem 7.944 empregados, na holding e nas suas subsidiárias, ou seja, o corte poderia ser de cerca de 20%. A entidade quer adiar as demissões para o ano que vem.

Procurada, a Eletrobras não respondeu ao questionamento sobre o número total de empregados da companhia.

A Eletrobras espera investir de R$ 450 milhões a R$ 750 milhões para desligar os funcionários no PDV, “com um payback similar aos planos anteriormente praticados”, diz o comunicado, referindo-se à economia com a folha de pessoal que será feita, diante do investimento.

Segundo a Eletrobras, este é o segundo PDV desde a privatização da companhia, atingida após um aumento de capital, um ano atrás. “O lançamento do PDV está associado a medidas de otimização de custos e despesas operacionais, ao Plano Estratégico 2023-27, além de viabilizar maior aderência a nova estrutura organizacional da companhia que está em fase final de modelagem e implantação”, diz o comunicado.

Ainda conforme a companhia, o PDV “faz parte dos compromissos previstos no Acordo Coletivo de Trabalho”. Emanuel Mendes, diretor da Aeel, disse que a entidade solicitou à companhia que adiasse o PDV para 2024, pois, conforme o dirigente, o Acordo Coletivo não define uma data para as demissões. Além disso, em alguns setores da empresa haveria falta de trabalhadores.

No comunicado, a Eletrobras ressalta que “os desligamentos ocorrerão a juízo e conveniência da companhia, haja vista o compromisso inarredável com a excelência, segurança das pessoas e das operações, formação de sucessores em áreas críticas e gestão de conhecimento”.

Inscrições
As inscrições dos empregados interessados no PDV vão até 21 de julho, mas, segundo Mendes, a Aeel poderá até recorrer ao Judiciário para adiar os desligamentos.

– A Eletrobras ignorou nossa solicitação, mas iremos tomar outras providências para que o desligamento só aconteça no próximo ano – afirmou Mendes.

Veja também

CNJ e Uber assinam acordo para combater violência contra mulheres
Violência

CNJ e Uber assinam acordo para combater violência contra mulheres

Arroz: Governo debate com setor arrozeiro e segura leilão para depois do Plano Safra
BRASIL

Arroz: Governo debate com setor arrozeiro e segura leilão para depois do Plano Safra

Newsletter