A-A+

Em evento no Recife, Barroso relaciona tecnologia e saúde

1° Fórum Pernambucano de Gestão e Inovação em Saúde é realizado pelo Real Hospital Português e Instituto Luiz Mário Moutinho

Luiz Roberto Barroso, ministro do Supremo Tribunal Federal (STF)Luiz Roberto Barroso, ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) - Foto: Rafael Furtado / Folha de Pernambuco

O 1° Fórum Pernambucano de Gestão e Inovação em Saúde, realizado no Recife pelo Real Hospital Português e Instituto Luiz Mário Moutinho, segue até esta quinta-feira (5). A palestra de abertura foi com o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luíz Roberto Barroso. E encerra, no fim do dia, com o ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Paulo de Tarso Sanseverino, que vai falar sobre as Perspectivas da privacidade digital na nova Lei Geral de Proteção de Dados.

Leia também:
Gestão e inovação na saúde são temas de fórum no Recife


Barroso citou que aborda “um olhar sobre o mundo, sobre o Brasil e sobre o sistema de saúde suplementar e a judicialização da saúde”. Com humor, ele falou sobre a revolução digital e o uso das redes sociais. “Há três fenômenos importantes tendo lugar no mundo contemporâneo. As pessoas esclarecidas precisam monitorar a evolução tecnológica e digital, a crise da democracia que é importante em diversas partes do mundo, e a mudança climática. A revolução digital e a quarta revolução industrial que vem vindo impacta, de maneira drástica, as nossas vidas e o mercado da saúde. Sobretudo, da saúde privada”.

Um dos organizadores do evento, o juiz Luiz Mário Moutinho, falou que "há uma certa uniformidade de problemas na incorporação de novas tecnologias". "O desejo de se dar o melhor tratamento é possível a um número de pessoas. O grande desafio é como racionalizar os custos e a elevação decorrentes dos impactos de novas tecnologias", e frisou a necessidade do diálogo entre os diversos atores. Moutinho afirmou que não há uma fórmula pronta para a racionalização da judicialização.

O vice-provedor do Real Hospital Português, Alberto Ferreira, ressaltou que o RHP teve total interesse em apoiar a iniciativa do Instituto Luiz Mário Moutinho. "Para debater junto com profissionais da assistência, pessoas que estão diretamente ligadas aos pacientes sobre esse tema provocativo. É importante que todos ligados ao setor entendam os impactos da judicialização, para trabalhar a racionalização do uso de novas tecnologias".

Veja também

Mercado financeiro eleva projeção da inflação para 8,69%
economia

Mercado financeiro eleva projeção da inflação para 8,69%

Sob Bolsonaro, equipe econômica ganha 84% das decisões da Comissão de Ética
Ministério da economia

Sob Bolsonaro, equipe econômica ganha 84% das decisões da Comissão de Ética