Imposto

Em reunião com bolsonaristas, Tarcísio promete não enviar projeto que aumenta ICMS

Promessa ocorre às vésperas de votação da privatização da Sabesp

Tarcísio de FreitasTarcísio de Freitas - Foto: Mauro Pimentel/AFP

Em reunião com deputados bolsonaristas nesta segunda-feira (4), o governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas (Republicanos), comunicou que desistiu da proposta de aumentar o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS).

O reajuste foi defendido por Tarcísio e outros governadores após a aprovação da Reforma Tributária no Senado. O recuo ocorre após pressão de deputados bolsonaristas da base e às vésperas da votação do projeto de privatização da Sabesp.

Como mostrou O Globo, aliados de Tarcísio decidiram criar um bloco informal na Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) para discutir separadamente os projetos enviados ou apoiados pelo governo. A gota d'água para a criação do grupo foi justamente a notícia de que o governo deveria enviar um projeto de aumento de imposto.

Nesta segunda-feira, Tarcísio se reuniu com os integrantes do bloco bolsonarista (deputados Gil Diniz, Lucas Bove, Major Mecca e Tenente Coimbra, todos do PL) no Palácio dos Bandeirantes, onde comunicou que não enviará mais o projeto de aumento de imposto à Casa.

—A reunião foi excelente. Ouvimos do governador o compromisso de não aumentar o ICMS, uma bandeira de campanha nossa e ponto fundamental no nosso embate com o ex-governador tucano João Doria — disse Gil Diniz (PL).

O deputado Lucas Bove ressaltou que o grupo não deixou de apoiar as "boas propostas do governo".

— E não nos furtamos a criticar aquilo com o que eventualmente não estejamos de acordo. O importante é que, dialogando, conseguimos avanços em barrar o aumento de ICMS, no compromisso de valorização das nossas polícias e o empenho em multiplicar as escolas cívico-militares em São Paulo — disse o deputado de primeiro mandato.

Como mostrou O Globo, seis governadores vinham enfrentando resistência nas Assembleias Legislativas para aprovar o anunciado aumento do ICMS . Os deputados estaduais temem possíveis desgastes provocados pela medida, considerada impopular.

Procurado, o Palácio dos Bandeirantes ainda não se manifestou.

Veja também

Alta das projeções de PIB de 2024 reflete mais consumo, enquanto 2023 foi agro, afirma Guillen
BC

Alta das projeções de PIB de 2024 reflete mais consumo, enquanto 2023 foi agro, afirma Guillen

Processo de desinflação da zona do euro desacelerará nos próximos meses, diz dirigente do BCE
UNIÃO EUROPEIA

Processo de desinflação da zona do euro desacelerará nos próximos meses, diz dirigente do BCE