Em reunião do Brics, presidente chinês defende economia mundial aberta

Xi Jinping diz que os membros do bloco devem consolidar o papel do G20 como principal plataforma para a cooperação econômica internacional

Presidente chinês, Xi JinpingPresidente chinês, Xi Jinping - Foto: Divulgação

Os líderes dos países do Brics - bloco formado pelo Brasil, a Rússia, Índia, China e África do Sul - prometeram hoje (7) em Hamburgo, na Alemanha, esforços conjuntos para alcançar resultados positivos na cúpula que será realizada em setembro deste ano na cidade litorânea de Xiamen, no Sudeste da China.

Eles estão na cidade portuária alemã de Hamburgo para a reunião informal do bloco dos mercados emergentes, antes da cúpula do G20, o grupo dos países mais ricos.

O presidente chinês, Xi Jinping, defendeu a construção de uma economia mundial aberta e disse que os membros do Brics devem consolidar o papel do G20 como principal plataforma para a cooperação econômica internacional.

Leia mais:
Temer chega para cúpula do G20 e diz que não há crise econômica no Brasil
China pede fortalecimento de intercâmbio na área de saúde entre países do Brics
China adverte contra discursos e ações que aumentem a tensão com a Coreia do Norte

Ele pediu que esses países defendam firmemente o multilateralismo e busquem a resolução pacífica de disputas regionais. Jinping apelou ainda para que os integrantes do bloco promovam o desenvolvimento comum e busquem maior apoio internacional para países africanos.

Veja também

Lojas e restaurantes de São Paulo dizem que novas restrições levarão a mais demissão
Restrições

Lojas e restaurantes de São Paulo dizem que novas restrições levarão a mais demissão

Honda suspende produção em Manaus por pandemia e falta de insumos
Negócios

Honda suspende produção em Manaus por pandemia e falta de insumos