Embraer vai vender 24 jatos à United Airlines

Aeronaves E175, um dos modelos da família E-Jets, é do segmento de 70 a 120 assentos.

Plenário do Supremo Tribunal FederalPlenário do Supremo Tribunal Federal - Foto: Carlos Moura/SCO/STF

A Embraer anunciou nesta terça-feira (15) um acordo fechado com a United Airlines para vender 24 aeronaves E175, um dos modelos da família E-Jets, que serve o segmento de 70 a 120 assentos. O valor do contrato foi de US$ 1,08 bilhão.

A encomenda será uma transferência de 24 aviões que haviam sido pedidos pela Republic Airways Holdings e que agora serão cancelados. A encomenda da Republic foi feita antes de a empresa aérea entrar com pedido de concordata nos Estados Unidos, em fevereiro.

O novo pedido da United tem previsão de entrega para o ano que vem e, segundo a Embraer, deve se refletir nos resultados da empresa do quarto trimestre deste ano.
O acordo vem em um momento em que a fabricante brasileira anuncia investimentos abaixo do previsto e cortes na força de trabalho.

A empresa teve prejuízo líquido de R$ 111,4 milhões no terceiro trimestre deste ano, queda de 71,3% em relação à perda de R$ 387,7 milhões registrada no mesmo período de 2015.

Veja também

Dados mostram dimensão histórica do impacto da Covid-19 na economia
economia

Dados mostram dimensão histórica do impacto da Covid-19 na economia

Fortuna de Elon Musk aumentou em US$ 6,07 bilhões
economia

Fortuna de Elon Musk aumentou em US$ 6,07 bilhões