Empresas de tecnologia discutem segurança cibernética no Recife

Mind The Sec Summit Recife 2019 aconteceu nesta quinta-feira (23) na capital pernambucana, e teve como foco a segurança empresarial

Anderson Ramos, fundador do Mind The Sec Summit e CTO da FlipsideAnderson Ramos, fundador do Mind The Sec Summit e CTO da Flipside - Foto: Divulgação

As principais empresas de segurança cibernética de Pernambuco se reuniram para discutir as tendências e soluções dos ataques que podem colocar tudo a perder nas companhias. O assunto foi debatido na Mind The Sec Summit Recife 2019, evento realizado nesta quinta-feira (23), na capital pernambucana.

Estiveram presentes gestores, decisores, marcas e especialistas de segurança das maiores empresas pernambucanas, que discutiram sobre os principais ataques cibernéticos que podem colocar em risco as informações das empresas e quais as vulnerabilidades que mais preocupam. Estiveram também especialistas das principais empresas de tecnologia e segurança que estão operando atualmente no mercado como Microsoft e a Check Point, promovendo o compartilhamento de experiências e casos de sucesso do setor, a fim de diminuir os fatores que colocam em risco a segurança cibernética das empresas.

Leia também

Brasil tem oportunidades para uso de tecnologias na mobilidade, diz Joaquim Levy
'A tecnologia deve beneficiar a sociedade', diz executivo do Vale do Silício 

Fundador do Mind The Sec Summit e CTO da Flipside, produtora do evento, Anderson Ramos, falou sobre o saldo do evento. “Foi um sucesso. Recife é um ponto importante no setor de tecnologia no Brasil, e é claro que quisemos estar aqui para debater com alguns representantes na região”, explicou Ramos.

Um dos destaques foi o americano e vice-presidente de pesquisa da ThreatSTOP, empresa referência em inteligência de ameaças, John Bambenek. Em sua palestra, ele tratou de estudos de como os criminosos estão usando o processamento automatizado para tentar manipular as defesas das empresas, além de maneiras de detectar e evitar esses ataques.

Outro destaque foi a A Lei Geral de Proteção de Dados, que esteve em debate após a palestra da vice presidente da Comissão de Crimes Cibernéticos da Academia Brasileira de Ciências Criminais, Carmina Hissa.

 

Veja também

Vazamento pode ter exposto na internet 220 milhões de dados pessoais de brasileiros
Segurança

Vazamento pode ter exposto na internet 220 milhões de dados pessoais de brasileiros

Copom mantém juros básicos da economia em 2% ao ano
Selic

Copom mantém juros básicos da economia em 2% ao ano