Energias Renováveis

Energia hidráulica cresce 13% no Brasil

A energia produzida a partir da água é a fonte renovável com maior participação na matriz energética brasileira

Barragem de SobradinhoBarragem de Sobradinho - Foto: Maurício de Almeida/TV Brasil

Uma das fontes de energia mais limpas que existe, a energia hidráulica está em crescimento no Brasil. Segundo dados do boletim de energia do Ministério de Minas e Energia (MME), a oferta deste tipo de energia cresceu 13% em 2022 na comparação com o ano de 2021.

Entre os motivos para o forte aumento está a melhora nos indicadores pluviométricos deste ano, aliada às estratégias adotadas na gestão da crise hídrica de 2021. Por conta destes impactos positivos, o País atingiu os maiores níveis de armazenamento dos reservatórios das hidrelétricas.

Prova de que a energia hidráulica é uma fonte importante para a matriz energética do Brasil é que o recurso foi um dos que mais contribuiu para o aumento da produção de energia limpa nos primeiros quatro meses do ano.

No Sistema Interligado Nacional, a participação da energia hidráulica, que é feita pelas hidrelétricas, passou de 73% no ano passado para 77% este ano. O dado foi constatado em um levantamento da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica, onde foi destacado que a geração de energia limpa cresceu 6% no primeiro quadrimestre de 2022.

Hidrelétricas lideram 
A energia hidráulica no Brasil é uma das principais e o País abriga duas das cinco maiores usinas hidrelétricas do mundo: Itaipu, barragem hidrelétrica no rio Paraná, localizada entre o Brasil e o Paraguai, e Belo Monte, na bacia do Rio Xingu, próximo ao município de Altamira, no norte do estado do Pará.

Atualmente, a região Nordeste, que tem uma hidrelétrica importante, a de Sobradinho, teve uma elevação de 0,3 ponto percentual no seu armazenamento, segundo o boletim do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS). O reservatório operava com 58,8% da sua capacidade e hoje a capacidade de energia armazenada indica 30.374 MW mês e a energia natural afluente computa 6.866 MW med, correspondendo a 74% da Média de Longo Termo (MLT). A hidrelétrica marca agora 64,47% de capacidade de armazenamento.

Defesa de regulamentação
Apesar de ser uma fonte importante, o setor necessita de regulamentos que reconheçam a prestação de serviços por parte das usinas hidrelétricas, principalmente nos aspectos que contribuem para a segurança do sistema elétrico brasileiro, como conta o diretor de Operação da Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf), João Henrique Franklin.

“Precisamos realizar ajustes na regulamentação, com o reconhecimento dos atributos das fontes de geração e a adequada remuneração dos serviços ancilares”, afirmou. 

Veja também

Oferta pública de ações da Sabesp é aberta
SABESP

Oferta pública de ações da Sabesp é aberta

Americanas registra crescimento de 30% no Dia dos Namorados
COMPRAS

Americanas registra crescimento de 30% no Dia dos Namorados

Newsletter