INDÚSTRIA

Energia para o Polo Automotivo

Os próximos 60 e 90 dias serão dedicados ao projeto executivo da linha, que ficará pronta em 2018.

A instituição está localizada na cidade de La Verne, Califórnia, a 50 minutos de Los AngelesA instituição está localizada na cidade de La Verne, Califórnia, a 50 minutos de Los Angeles - Foto: Divulgação

 

Foi assinada, ontem, entre o Governo do Estado e o Consórcio ATPSE/SADESUL - Subestação FIAT a ordem de serviço para a construção da linha de transmissão de 230 KV, com 32 quilômetros de extensão, que visa oferecer energia ao Polo Automotivo, em Goiana. Com investimento de R$ 71,5 milhões, o sistema foi uma das principais contrapartidas do Governo para a instalação da fábrica na região. Atualmente, a unidade fabril e seus fornecedores têm garantido para suas operações uma linha de 69 kV, que, após investimentos do Governo, passou a contar com uma oferta de 75 MVA.
Os próximos 60 e 90 dias serão dedicados ao projeto executivo da linha, que ficará pronta em 2018. “Deu muito trabalho porque o Estado não tinha expertise nesse tipo de processo”, disse o secretário de Desenvolvimento Econômico, Thia­go Norões. Ao todo, foi preciso dois anos para que a ordem de serviço fosse concedida.

O sistema de abastecimento de energia prevê duas subestações, além de serviços de adequação na subestação Pau Ferro, em Igarassu, pertencente à Chesf.

 

Veja também

Senado deve adiar votação de taxa de 20% para compra no exterior até US$ 50
ECONOMIA

Senado deve adiar votação de taxa de 20% para compra no exterior até US$ 50

Emprego no Caged cresce em todos os grupamentos de setores em abril; serviços puxam resultado
Brasil

Emprego no Caged cresce em todos os grupamentos de setores em abril; serviços puxam resultado

Newsletter