Licitação

Escolhida empresa que vai realizar os projetos da Transnordestina em Pernambuco

A vencedora da licitação para realizar o trabalho é uma empresa pernambucana e o valor cobrado foi de R$ 12,4 milhões

O trecho da ferrovia que liga Piauí a Pernambuco da Ferrovia TransnordestinaO trecho da ferrovia que liga Piauí a Pernambuco da Ferrovia Transnordestina - Foto: Agência de Desenvolvimento do Piauí

A Geosistemas Engenharia e Planejamento, que tem sede no Recife, foi a vencedora para elaborar os projetos básicos e executivos do trecho pernambucano da Ferrovia Transnordestina – que liga Salgueiro ao Porto de Suape. Ela participou da licitação juntamente com outras oito empresas.

As propostas foram abertas nesta segunda-feira (20) e a da Geosistemas apresentou o menor preço que foi de R$ 12.406.488,85. Antes dela, o menor valor proposto foi da Estratégica Engenharia, com R$ 15.217.431,06.

No histórico de propostas, a Geosistemas foi a última empresa a apresentar seu orçamento no processo, feito por meio de pregão eletrônico. Os envelopes serem abertos, às 10h12.

A penúltima a entregar a proposta foi Eagle Consultoria Econômica e de Engenharia, que pediu um montante de R$ 22.584.326,57 pelos serviços para o ramal da Transnordestina em Pernambuco.

Especializada em obras de infraestrutura e fundada em 1994, a Geosistemas tem em sua carteira clientes como os governos de Pernambuco, da Bahia e do Maranhão; as prefeituras do Recife, do Jaboatão, de Olinda, do Paulista e de Ipojuca; a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), a URB Recife, o Estaleiro Atlântico Sul, o Departamento Estadual de Trânsito de Pernambuco (Detran-PE), a Infraero e Fundação Nacional de Saúde (Funasa).

O portfólio da empresa inclui planejamento, supervisão, fiscalização, execução e assessoria técnica; projetos de infraestrutura urbana; elaboração de projetos de abastecimento d’água, esgotamento, sanitário, limpeza urbana, aterros sanitários, planos de gerenciamento integrado de resíduos sólidos e educação ambiental; estudos e projetos ambientais e elaboração de projetos executivos de engenharia (implantação, pavimentação e duplicação de rodovias).

Em dezembro de 2022, último mês do Governo Bolsonaro, um aditivo do contrato entre a Transnordestina Logística S.A. e a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) levou à exclusão do trecho pernambucano do projeto original da ferrovia. A informação sobre o contrato só veio à tona já no início de 2023.

Parlamentares pernambucanos e o Governo do Estado deram início, então, a uma mobilização para que o projeto fosse retomado. Foi quando o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, prometeu que o ramal será construído e o primeiro passo para tanto foi licitar os projetos básico e executivo.

Veja também

Arrecadação federal cresce 10,46% e chega a R$ 202,98 bilhões em maio
Governo

Arrecadação federal cresce 10,46% e chega a R$ 202,98 bilhões em maio

J.Macêdo construirá nova fábrica no Ceará com financiamento de R$ 236 mi do BNDES
setor alimentício

J.Macêdo construirá nova fábrica no Ceará com financiamento de R$ 236 mi do BNDES

Newsletter