Projeção

Especialistas debatem projeções da economia local e nacional para 2021

O debate acontece nesta quinta-feira (14), às 19h, através do YouTube da Fecomércio-PE

Foto: Divulgação/ Fecomércio-PE

Leia também

• 2020: o ano em que a economia parou

• 2021 começa ainda com cautela na economia

• Lives do Cine PE debatem cultura, comunicação e economia

Em meio às dificuldades que a economia brasileira enfrentou em 2020, devido à pandemia do novo Coronavírus, o país entra em 2021 em um cenário de incertezas, com a inflação fechando o ano passado acima da meta oficial de 4%, com 4,38%. Para discutir os impactos sofridos e as projeções na economia de Pernambuco e do Brasil, a Fecomércio-PE realiza, nesta quinta-feira (14), às 19h, através do YouTube da Federação, um debate sobre o tema.

De acordo com o economista da Fecomércio-PE, Rafael Ramos, serão abordados os principais temas para que a população tenha uma noção das projeções para este ano. “Vamos falar sobre o PIB, sobre a produção, qual vai ser o principal debate em termos federais, se vão ser as reformas administrativas, tributárias, se vai ser a questão do gasto público, com o teto de gastos. Também vamos falar sobre a expectativa de geração de empregos, na própria recuperação dos setores e sobre a própria questão da inflação. Vamos tentar fazer um apanhado da economia com as principais variáveis, para que as pessoas tenham uma noção de como estão as projeções para 2021”, destaca o economista.

Diante do cenário presenciado em 2020, a projeção econômica para 2021 é positiva, principalmente para o setor industrial. “Se a gente comparar com 2020, a expectativa é de uma projeção mais positiva, com uma base muito prejudicada e negativa que foi o ano de 2020. De um lado a gente vai ter a indústria, com a construção civil e o agronegócio, provavelmente tendo uma recuperação bem mais rápida, que ainda estarão beneficiadas por uma taxa de juros extremamente baixa. Por outro lado, o serviço e o comércio serão prejudicados ainda por uma renda muito lenta de ser recuperada, principalmente, pelo fim de projetos que distribuíram renda, como o auxílio e o FGTS emergenciais. Mesmo assim, a expectativa é positiva para todos os setores”, explica.

O debate será composto pelos especialistas: Rafael Ramos; Tiago Monteiro, consultor econômico-financeiro e diretor do Cedepe Business School e Luiz Maia, PhD em Economia pela North Carolina State University (EUA). A medição será realizada pelo jornalista Aldo Vilela.

Veja também

Justiça reconhece morte por Covid-19 como acidente de trabalho e garante indenização de R$ 200 mil à
Pandemia

Justiça reconhece morte por Covid-19 como acidente de trabalho e garante indenização de R$ 200 mil à

Caixa paga seguro-desemprego em conta poupança social digital
Economia

Caixa paga seguro-desemprego em conta poupança social digital