Estado terá fábrica de painéis solares

O gerente geral da empresa europeia, Jens Raffelsieper, disse que a planta será instalada em Suape no primeiro trimestre do ano que vem, com capacidade inicial de 100 Megawatts (MW).

FBC foi ao encontro de Uchoa na AlepeFBC foi ao encontro de Uchoa na Alepe - Foto: Divulgação

 

Mais uma fabricante de painéis solares deve chegar ao Estado em 2017. A informação foi confirmada pelos executivos da Prisma Solar à reportagem, durante o Fórum Pernambuco e o Setor Elétrico Nacional, realizado ontem na Reserva do Paiva.

O gerente geral da empresa europeia, Jens Raffelsieper, disse que a planta será instalada em Suape no primeiro trimestre do ano que vem, com capacidade inicial de 100 Megawatts (MW). Produzida a partir de 377 mil painéis, essa energia será capaz de atender quatro mil famílias com consumo mensal de 400 quilowatts (kWh) por mês.
Projetada para ocupar 10 mil metros quadrados (m2), a fábrica será ampliada já em 2017, quando 1,5 milhão de equipamentos serão produzidos, com capacidade instalada de mais 500 MW. Ao todo, R$ 100 milhões serão investidos com a perspectiva de gerar 150 empregos diretos. “O objetivo é aproveitar o potencial que o mercado tem para os leilões federais e para a geração distribuída. Além disso, enxergamos Pernambuco como um hub para atender os clientes americanos por Suape”, explicou.
Raffelsieper reforçou ainda que, antes mesmo de chegar ao Estado, já existem contratos internacionais firmados. “Principalmente com o Marrocos, República Dominicana e Sudão, que pleitearam 250 MW, 180 MW e 120 MW (respectivamente)”, detalhou. A Prisma aposta também no mercado interno, principalmente nos estados em que a companhia foi ganhadora de certames no setor elétrico.
Assim como a Prisma, a S4 Solar Brasil também enxerga potencialidades no mercado local. Em 2017, a unidade vai funcionar no Cone Suape, no Cabo de Santo Agostinho, e, no primeiro momento, terá capacidade de produção de 200 Megawatts (MW) por ano, equivalente ao consumo de 200 mil residências. Em julho de 2017, a perspectiva é que a empresa adquira mais 200 MW em equipamentos e duplique sua capacidade produtiva, conforme anunciado pelo governador Paulo Câmara há dois meses.

 

Veja também

Mega-Sena acumula e próximo concurso pode pagar R$ 45 milhões
Loteria

Mega-Sena acumula e próximo concurso pode pagar R$ 45 milhões

Falta de insumos e fornecedores atinge 30% das empresas
Pesquisa

Falta de insumos e fornecedores atinge 30% das empresas