Condic

Estado terá R$ 41 milhões em investimentos

Novos projetos foram aprovados pelo Condic, que teve edição remota. 612 postos de trabalho serão gerados em Pernambuco

Presidente da AD Diper, Roberto Abreu e LimaPresidente da AD Diper, Roberto Abreu e Lima - Foto: Simone Medeiros AD/Diper

Em edição remota e inédita, o Conselho Estadual de Políticas Industrial, Comercial e Serviços (Condic) aprovou R$ 41 milhões de investimentos para Pernambuco, com a geração de 612 empregos futuros. Entre os destaques da 110ª reunião, está a ampliação industrial da WLC Indústria e Comércio de Alimentos, em Olinda, com investimento de R$ 12,9 milhões, gerando 266 empregos; e a ampliação da Gold Megaó Indústria de Tintas, em Jaboatão dos Guararapes, com investimento de R$ 6,2 milhões e a geração de 34 vagas. 

Dos projetos industriais, 9 são na Região Metropolitana do Recife (RMR) e outros 9 no interior do Estado. São R$ 24 milhões destinados ao Grande Recife e R$ 16,9 milhões ao interior. Quanto aos empregos, a maior parte se concentra na RMR, com 390 postos, enquanto 222 serão criados no interior. 

15 municípios foram contemplados, sendo sete na RMR (Abreu e Lima, Cabo de Santo Agostinho, Camaragibe, Itamaracá, Jaboatão dos Guararapes, Olinda e São Lourenço da Mata) e oito no interior (Bonito, Carpina, Caruaru, Garanhuns, Gravatá, Ribeirão, São Bento do Una e Venturosa). 

Completam o bloco de aprovados, 18 indústrias, 18 importadoras e 10 centrais de distribuição. As iniciativas desfrutarão dos incentivos fiscais do Programa de Desenvolvimento de Pernambuco (Prodepe), ofertado pelo Estado de Pernambuco.

Um outro projeto de destaque nesta edição do Condic foi o anúncio de um projeto de importação da Red Bull do Brasil. No Cabo de Santo Agostinho, será instalado um Centro de Distribuição. A chegada da Red Bull ao Estado, para o presidente da AD Diper, Roberto Abreu e Lima, representa a boa imagem de Pernambuco como hub logístico. 

“Eles enxergam Pernambuco como um hub logístico no Nordeste, com o Porto de Suape e bons incentivos fiscais, queremos essa relação com eles. A ideia deles é aprovar uma central de distribuição com o produto chegando direto por Suape, conversamos antes e eles mantiveram o interesse”, disse. 

Os projetos de Centro de Distribuição chamaram a atenção do presidente da AD Diper, mesmo com benefícios para comércio atacadista indo até 2022. “Isso demonstra que a economia não parou e o interesse de investir permanece. As centrais chamaram a atenção, uma lei federal determinou que os benefícios para comércio atacadista vão até 2022 e isso demonstra que nosso Estado é um bom local para se investir, mesmo sem o incentivo”, afirmou. 

O secretário de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco, participou da reunião, e destacou o esforço para que o Estado siga na rota de investimento. “Mesmo durante a pandemia não paramos de trabalhar com as empresas para dar continuidade ao projeto de desenvolvimento. 94% das atividades econômicas estão permitidas a funcionar. O cenário é desafiador, mas acredito em uma recuperação, vamos nos esforçar para retomar empregos e dar oportunidade”, apontou. 

Em relação a geração de empregos no Estado, o presidente do Sindicato da Indústria do Açúcar e do Álcool de Pernambuco, Renato Cunha, participou da reunião e afirmou que em agosto, novas vagas serão abertas. “Pernambuco hoje é o maior produtor de etanol hidratado do Nordeste. Esperamos um bom número de empregabilidade começando já em agosto, na Mata Norte a safra deve começar mais cedo, por conta do volume de chuvas que tem sido melhor, o nível pode surpreender”, explicou Renato. 

Veja também

AIE reduz previsão da demanda de petróleo para 2020 e 2021
Petróleo

AIE reduz previsão da demanda de petróleo para 2020 e 2021

Chevrolet S10 2021: imponente no visual e mais conectado
VEÍCULOS

Chevrolet S10 2021: imponente no visual e mais conectado