Estimativa da Conab indica redução de 20,5% na safra de café este ano

Segundo a Conab, a diminuição é influenciada pela bienalidade negativa, quando os produtores aproveitam para realizar tratos culturais nas lavouras

Plantação de caféPlantação de café - Foto: Valter Campanato / Agência Brasil

A safra de café este ano sofrerá uma redução de 20,5 em relação a 2018. De acordo com a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), a estimativa é alcançar 48,99 milhões de sacas. Os dados estão no 3º levantamento da safra de café, divulgado nesta terça-feira (17).

Segundo a Conab, a diminuição é influenciada pela bienalidade negativa, quando os produtores aproveitam para realizar tratos culturais nas lavouras, reduzindo a área em produção; e pelas condições climáticas.

Leia também:
Fique atento aos limites do consumo de cafeína
Ganhos do Brasil com exportação são temporários, diz diretor da OMC


“Os cafezais sofreram ainda a incidência de altas temperaturas, ao mesmo tempo em que o ciclo vegetativo sentiu a falta de chuvas em um período importante do desenvolvimento da cultura, o que fez com as estimativas de rendimento médio fossem ainda menores”, informou a companhia.

A Conab ressaltou que os números da safra influenciaram inclusive nas exportações brasileiras, que também retraíram. Em agosto, atingiram cerca de 3,2 milhões de sacas de 60 kg, o que representa uma queda de 9,5% em relação ao mesmo período de 2018.

Veja também

Aneel mantém tarifa de bandeira amarela para março
Energia

Aneel mantém tarifa de bandeira amarela para março

Dólar fecha a R$ 5,60 e sobe 2,39% em fevereiro
Câmbio

Dólar fecha a R$ 5,60 e sobe 2,39% em fevereiro