EUA proíbem entrada de celulares Samsung Note 7 em aviões

Secretário do Transporte, Anthony Foxx, anunciou que será emitida uma ordem urgente proibindo o uso dos aparelhos

Trupe Veja Bem Meu BemTrupe Veja Bem Meu Bem - Foto: Reprodução/Divulgação

As autoridades americanas proibiram nesta sexta-feira (14) a entrada de smartphones do modelo Samsung Galaxy Note 7 nos aviões e alertou que aqueles que tentarem viajar com esse aparelho, que podem entrar em combustão, estarão sujeitos a multas e confisco. O secretário do Transporte, Anthony Foxx, anunciou que será emitida uma ordem urgente proibindo o uso dos aparelhos, que entrará em vigor às 16H00 GMT (13H00 horário de Brasília) de sábado.

"Reconhecemos que tirar esses telefones dos aviões incomodará a alguns passageiros, mas a segurança de todos os que se encontram a bordo deve ser a prioridade", afirmou Foxx em comunicado. A produção do Galaxy Note 7 foi suspensa na terça-feira pelo fabricante sul-coreano, dois meses depois de seu lançamento, devido a defeitos suscetíveis de provocar a explosão do produto.

O primeiro fabricante mundial de móveis pediu a todos os distribuidores que deixaram de vender o aparalho. A Samsung ratificou o fracasso completo deste produto ao pedir aos milhões de usuários que compraram o aparelho no mundo todo que o desligue como medida de segurança.

Veja também

Lucro do Bradesco tem terceira queda consecutiva e vai a R$ 5 bilhões
economia

Lucro do Bradesco tem terceira queda consecutiva e vai a R$ 5 bilhões

Ninguém acerta as seis dezenas, e Mega-Sena vai a R$ 52 milhões
Loterias

Ninguém acerta as seis dezenas, e Mega-Sena vai a R$ 52 milhões