Ex-presidente do BC defende reformas

Gustavo Franco criticou o regime tributário brasileiro e o excesso de encargos aos empresários. "A gente tem que mudar o País" apoiou

Gustavo Franco participou de evento que marcou parceria da Finacap com a Guide Gustavo Franco participou de evento que marcou parceria da Finacap com a Guide  - Foto: José Britto/Folha de Pernambuco

“É ótimo que tenha se retomado essa pauta de reformas”. Foi assim que o ex-presidente do Banco Central e sócio fundador da Rio Bravo Investimentos, Gustavo Franco, definiu uma forma de recuperação econômica para o Brasil, e falou ainda sobre as perspectivas econômicas e reformas em um novo ambiente político. O empresário comentou também sobre as consequências da alta da taxa Selic e como isso pode beneficiar os investidores institucionais beneficiando o pagamento de aposentadorias.

De acordo com Gustavo Franco, ser empresário no Brasil é um grande desafio e criticou o regime tributário do País. “Eu sou um otimista, se não fosse não estava aqui e nem seria empresário, porque ser empresário no Brasil é quase que uma maldição, por ter que aprender o sistema tributário brasileiro, tomar dinheiro emprestado na taxa de juros do Brasil. A gente tem que mudar o País para que seja bom ficar aqui, ganhar dinheiro do jeito certo e voltar a crescer”, disse.

Leia também:
Finacap anuncia parceria com a Guide em visita à Folha de Pernambuco
Mercado financeiro reduz estimativa para inflação e taxa Selic em 2019


O ex-presidente do Banco Central aponta que as reformas podem fazer com que o Brasil retome o crescimento, mas que é preciso dar atenção para a abertura para o mercado internacional. “As reformas podem contribuir muito. É ótimo que tenha se retomado essa pauta de reformas, conseguimos algum crescimento com o que foi feito anteriormente dos governos petistas, e até que acabou a herança. Todas as reformas possíveis e importantes de alguma maneira já apareceram no radar, mas a abertura para o mercado internacional com baixa de tarifas, mais importação ainda não”, destacou Franco.

Quanto à redução da taxa de juros, a Selic, o Gustavo Franco destaca que pode trazer benefícios para o mercado de investimentos. “Agora para ter o mesmo tipo de rendimento vai precisar correr risco, ir para bolsa, procurar produtos diferentes, com um pouco mais de risco, que é bom para o mercado de capitais, para as casas de produtos”, apontou.

A participação do ex-presidente do Banco Central se deu durante um evento da Finacap Investimentos, onde foi feito o anúncio da parceria com a Guide Investimentos. Na ocasião, estiveram presentes o diretor executivo da Folha de Pernambuco, Paulo Pugliesi, o sócio da TGI Consultoria e Gestão, Francisco Cunha, entre outros.

Para o Sócio-Diretor da Finacap, Aristides Bezerra, a parceira é importante pelo fato de que a Guide é uma corretora com a segunda maior rede de agentes autônomos do mercado. “Estamos legitimando essa parceria em um processo de planejamento pensando no nosso futuro, entramos em um processo operacional agora, e é para entrar em uma nova etapa de crescimento”, contou.

Veja também

TJPE libera realização de provas de Concurso Público em Gravatá
Justiça

TJPE libera realização de provas de Concurso Público em Gravatá

Carrefour anuncia que vai deixar de usar seguranças terceirizados
Serviço nas lojas

Carrefour anuncia que vai deixar de usar seguranças terceirizados