PIB

Fazenda avalia crescimento do PIB na margem do esperado e vê indústria com otimismo

Ministro Haddad previa crescimento acima de 3%. Aliados prevêem primeiro trimestre de 2024 mais forte

Ministro da Fazenda, Fernando HaddadMinistro da Fazenda, Fernando Haddad - Foto: Reprodução Roda Viva

Integrantes do Ministério da Fazenda avaliaram com otimismo o resultado PIB desta sexta-feira, com crescimento de 2,9% em 2023. Aliados do ministro Fernando Haddad afirmaram ao Globo que o índice ficou na margem do esperado pelo governo, que imaginava um crescimento acima dos 3%. A economia brasileira cresceu 2,9% no primeiro ano do governo Lula 3, segundo dados do Produto Interno Bruto (PIB), divulgados pelo IBGE nesta sexta-feira.

Eles destacaram que a recuperação da indústria, fechou o ano de 2023 com alta de 1,6%, é uma excelente notícia e que os números apontam para um primeiro trimestre de 2024 mais forte. O Ministério da Fazenda ainda não se manifestou oficialmente.

 

"Sabemos, no entanto, que o setor (indústria) ainda está muito fragilizado. Se pegamos as variações anuais da indústria, 1,6% não é um comportamento tão bom assim. A formação bruta de capital fixo, que é investimento, caindo 3% na variação anual. Mas temos uma perspectiva de crescimento, com o corte da taxa de juros e o consumo deve se manter em um bom patamar também" ponderou o economista André Perfeito.

O desempenho do PIB é superior ao observado no início do mandato do ex-presidente Jair Bolsonaro, em 2019, e também ao longo do primeiro ano de governo de Michel Temer e de Dilma Rousseff 2.

Pela ótica da oferta, o ano de 2023 foi impulsionado principalmente pela alta do agronegócio. O setor teve a melhor safra de grãos da História do país no ano passado. O bom desempenho dos serviços também contribuiu para o resultado positivo da economia ao longo do ano.

Veja também

Senacon notifica sites de e-commerce por venda de dióxido de cloro
internet

Senacon notifica sites de e-commerce por venda de dióxido de cloro

Apostador do Rio de Janeiro acerta sozinho a Mega-Sena
loterias

Apostador do Rio de Janeiro acerta sozinho a Mega-Sena

Newsletter