BRASIL

FGTS deve aprovar nesta terça (20) aumento no teto no valor do imóvel do Minha Casa, Minha Vida

Conselho Curador do FGTS deve aprovar, nesta terça-feira, o aumento do teto do valor do imóvel no Minha Casa Minha Vida, de R$ 264 mil para R$ 350 mil

Minha Casa, Minha VidaMinha Casa, Minha Vida - Foto: Joédson Alves / Agência Brasil

Leia também

• Governo sobe valor do MCMV e exige imóveis com varanda e pontos de ar-condicionado

• Entenda as dificuldades para subir teto do valor do imóvel no Minha Casa Minha Vida para R$ 500 mil

• Governo avalia duas opções para estender Minha Casa, Minha Vida à classe média. Entenda

O Conselho Curador do FGTS deve aprovar, nesta terça-feira (20), o aumento do teto do valor do imóvel no Minha Casa Minha Vida, de R$ 264 mil para R$ 350 mil. A medida valerá em todo o país para famílias enquadradas na Faixa 3 (entre R$ 4,4 mil e R$ 8 mil).

O limite de valor do imóvel nas menores faixas de renda (Faixa 1, até R$ 2.640, e Faixa 2, até R$ 4,4 mil) também passará de R$ 145 mil, para municípios com até 100 mil habitantes, e de R$ 190 mil para R$ 264 mil, nos demais.

Para reduzir ou mesmo zerar o valor da entrada nos financiamentos para famílias de baixa renda, principalmente até R$ 2.640, o colegiado deve aprovar proposta do governo de elevar o subsídio do FGTS de R$ 47,5 mil para R$ 55 mil por famílias.

O subsídio funciona como um desconto, de acordo com a renda da família e a localização do imóvel. Neste ano, o orçamento do FGTS para subsídios é de R$ 9,5 bilhões.

Outros R$ 66 bilhões do FGTS são destinados aos financiamentos habitacionais às famílias com capacidade de pagamento.

Além de ampliar o valor do teto do imóvel para R$ 350 mil, o governo pretende ampliar a faixa de renda das famílias do Minha Casa, Minha Vida, de R$ 8 mil para R$ 10 mil ou R$ 12 mil, promessa do presidente Luiz Inácio Lula da Silva para atender a classe média. Mas essa proposta não está prevista para ser votada pelos conselheiros.

Essa é primeira reunião do Conselho Curador neste ano. O calendário atrasou por causa da recriação do Ministério do Trabalho. A pasta preside o colegiado.

Veja também

Companhias aéreas preveem o dobro de passageiros daqui a 20 anos
VOOS

Companhias aéreas preveem o dobro de passageiros daqui a 20 anos

 Voa Brasil será lançado pelo Governo em versão desidratada
BENEFÍCIO

Voa Brasil será lançado pelo Governo em versão desidratada

Newsletter