Funcionários dos Correios protestam no Recife contra desvios no Postalis

Representantes afirmaram que o protesto teve como objetivo cobra mais transparência sobre os recursos do fundo

Funcionários dos Correios pedem mais transparência sobre o PostalisFuncionários dos Correios pedem mais transparência sobre o Postalis - Foto: Julya Caminha / Folha de Pernambuco

Cerca de 80 funcionários dos Correios se reuniram, na manhã desta terça-feira (17), em frente ao edifício central, na Avenida Guararapes, área central do Recife, para realizar um ato contra os desvios do fundo de pensão da estatal, o Postalis.  O fundo de previdência complementar dos empregados dos Correios é o maior do Brasil em número de participantes, com aproximadamente 140 mil beneficiários.

De acordo com representantes da Associação dos Profissionais dos Correios (Adcap), o protesto desta manhã foi para cobrar mais transparência sobre os recursos do fundo de benefício definido, instituído em 1981 e que fechou para novos membros (saldado) em 2008.

“Nosso protesto é contra o equacionamento do fundo, que quer tirar dos benefícios dos aposentados e ativos dos Correios uma contribuição do fundo de 45,8%. Eles alegam que o fundo não tem dinheiro para pagar e esta cobrando da gente essa dívida, fruto dos desvios ao longo dos anos”, revelou o presidente da Adcap em Pernambuco, Eyder Barbosa.

Leia também:
Funcionários dos Correios querem mais transparência em fundo de pensão
Correios estimam perdas de R$ 150 milhões com greve dos caminhoneiros
Correios apresentam lucro de R$ 667 milhões em 2017


O encontro contou com a participação de funcionários da ativa e aposentados, que temem pela “sobrevivência” do fundo. “Nosso ato é para clamar para que as pessoas honestas do País se unam à nossa luta para não vermos o dinheiro que contribuímos a nossa vida profissional toda para quando se aposentar sumir”, revela a aposentada Marlecsandra Paraíso, de 57 anos.

Veja também

Alemanha investiga Apple por práticas desleais
Tecnologia

Alemanha investiga Apple por práticas desleais

Focus: mercado financeiro eleva expansão do PIB de 4,85% para 5%
Economia

Focus: mercado financeiro eleva expansão do PIB de 4,85% para 5%