G20: pagamento da dívida de países mais pobres será suspenso por 12 meses

Os ministros das Finanças do G20 e os diretores dos bancos centrais anunciaram uma suspensão da dívida após sua reunião virtual nesta quarta

Coronavírus Coronavírus  - Foto: Reprodução/Internet

Os países mais pobres do mundo não terão de se preocupar com pagamentos de dívidas a credores oficiais do G20 por pelo menos um ano - afirmou o ministro saudita das Finanças, Mohammed al-Jadaan, nesta quarta-feira (15).

Os ministros das Finanças do G20 e os diretores dos bancos centrais anunciaram uma suspensão da dívida após sua reunião virtual nesta quarta. Al-Jadaan disse que "os países pobres não precisam se preocupar com pagar ao longo dos próximos 12 meses".

Leia também:
'Brasil agiu corretamente ao declarar calamidade pública', diz FMI
Economia mundial terá retração de 3% em 2020 por Covid-19, diz FMI
FMI prevê queda de 5,3% da economia brasileira este ano

A iniciativa "fornecerá cerca de US$ 20 bilhões em liquidez imediata" para os países pobres usarem "para seu sistema de saúde e para apoiarem as pessoas que sofrem de Covid-19", afirmou o ministro em teleconferência.

Acompanhe a cobertura em tempo real da pandemia de coronavírus

 

Veja também

Morre Roberto Mergulhão, proprietário do restaurante La Fondue, vítima de Covid-19
Luto

Morre Roberto Mergulhão, proprietário do restaurante La Fondue, vítima de Covid-19

Caixa paga hoje auxílio emergencial a nascidos em agosto
Economia

Caixa paga hoje auxílio emergencial a nascidos em agosto