ENERGIA FÓSSIL

G7 prevê deixar de financiar energias fósseis no exterior antes do final de 2022

O proposta visa ajudar a combater o aquecimento global

Toshitaka Ooka, ministro do meio ambiente do JapãoToshitaka Ooka, ministro do meio ambiente do Japão - Foto: John Macdougall/AFP

Os países do G7 das economias mais industrializadas prometeram nesta sexta-feira (27) parar de financiar projetos de energia fóssil no exterior até o final de 2022 para ajudar a combater o aquecimento global.

"Nos comprometemos a acabar com o apoio público direto ao setor internacional de energia de combustíveis fósseis", disseram os ministros de Energia e Clima da organização em um comunicado conjunto após uma reunião em Berlim.

 

Veja também

Como o governo Bolsonaro, com PEC Eleitoral e outras medidas, desmontou pilares do Orçamento
Políticas econômicas

Como o governo Bolsonaro, com PEC Eleitoral e outras medidas, desmontou pilares do Orçamento

Pequenos negócios geram renda de R$ 420 bilhões por ano, segundo o Sebrae
Empreendedorismo

Pequenos negócios geram renda de R$ 420 bilhões por ano, segundo o Sebrae