Aviação

Gol é primeira companhia aérea brasileira a oferecer tradução em Libras

Objetivo é atender deficientes auditivos e pessoas com problemas de comunicação durante os voos

TurismoTurismo - Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

Pensando no bem-estar do público que possui alguma deficiência auditiva, a GOL Linhas Aéreas está disponibilizando em suas aeronaves a iniciativa Libras a Bordo. Por meio de uma aplicação disponível no tablet dos comissários, é possível traduzir conteúdos digitais (texto, áudio ou vídeo) para a Língua Brasileira de Sinais.

Segundo dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), há cerca de 9 milhões de brasileiros surdos ou com alguma dificuldade auditiva. Em razão da obrigatoriedade do uso de máscaras nas aeronaves, a comunicação dessas pessoas ficou ainda mais desafiadora, impedindo a leitura labial.

"A Companhia, que tem como propósito "Ser a Primeira para Todos", quer promover a melhor experiência a bordo para seus Clientes, ainda mais na atual situação da pandemia. Esta iniciativa vai ajudar as pessoas a se comunicarem dentro do avião e terem acesso às informações tão importantes para a saúde, segurança e bem estar e isso vai proporcionar uma viagem mais tranquila", diz Priscila Hernandez, Gerente Estratégica de Tripulação de Cabine da GOL Linhas Aéreas.

O aplicativo utilizado pela GOL será o VLibras, um software público de código aberto. Por meio de um avatar digital (feminino ou masculino) de um personagem em 3D, traduz os conteúdos que podem ser digitados ou ditados, utilizando a ferramenta de reconhecimento de voz para Língua Brasileira de Sinais - LIBRAS, facilitando a comunicação a bordo. Além disso, existe a possibilidade de ajuste da velocidade de interpretação de acordo com a necessidade do usuário.

Veja também

Dados da Receita indicam arrecadação em agosto quase estável comparada a 2019
governo

Dados da Receita indicam arrecadação em agosto quase estável comparada a 2019

Plataforma de e-commerce será levada a 18 habitacionais do Recife
Empreendedorismo

Plataforma de e-commerce será levada a 18 habitacionais do Recife