Governo adia leilões de energia previstos para 2020

A decisão, publicada em edição extra do DOU (Diário Oficial da União), foi tomada em razão da pandemia do novo coronavírus

EnergiaEnergia - Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil

O ministério de Minas e Energia anunciou nesta segunda-feira (30) adiou a realização de uma série de leilões de energia previstos para este ano. A decisão, publicada em edição extra do DOU (Diário Oficial da União), foi tomada em razão da pandemia do novo coronavírus.

"Sensível ao contexto que vem exigindo a adoção de medidas extraordinárias, pela sociedade, pelos agentes econômicos e, inclusive, pelo governo, que decretou o estado de calamidade pública, o ministério de Minas e Energia posterga a realização de leilões promovidos por esta pasta, destinados a atender as necessidades futuras de energia das distribuidoras, no Sistema Interligado Nacional e nos Sistemas Isolados, bem como as necessidades de expansão dos sistemas de transmissão", diz o ministério em nota.

Leia também:
Órgãos traçam Medidas para energia e água no combate ao coronavírus
Coronavírus já afeta consumo de energia e de combustíveis


Os certames foram postergados por tempo indeterminado. Ainda de acordo com a pasta, a situação de contratação de leilões de energia será reavaliada "tão logo se supere este momento desafiador".

De acordo com a portaria publicada no DOU, ficam adiados os leilões de energia A-4 e A-5 de 2020; o leilão de energia nova A-4 e A-6; os leilões para concessão de serviço público de transmissão de energia elétrica; e os leilões para contratação de soluções de suprimento a sistemas isolados.

Acompanhe a cobertura em tempo real da pandemia de coronavírus

 

Veja também

Dólar cai para R$ 5,02 e Bolsa recua 0,9%
Mercado Financeiro

Dólar cai para R$ 5,02 e Bolsa recua 0,9%

Bolsonaro agora diz que caixa-preta do BNDES nunca existiu
BNDES

Bolsonaro agora diz que caixa-preta do BNDES nunca existiu