Governo anuncia editais de licitação do Miniarco

Obra terá investimento de R$ 160 milhões e será executada por uma empresa privada, que irá administrar a estrada e cobrar pedágio

Senador Armando Monteiro Neto (PTB)Senador Armando Monteiro Neto (PTB) - Foto: Ana Luisa Souza/Divulgação

O Governo do Estado anunciou, nesta terça-feira (25), que vai lançar os editais de licitação para a construção da rodovia variante de Abreu e Lima, conhecida como Miniarco, a requalificação da BR-101 entre Paulista e Prazeres e a duplicação da BR-104 no trecho entre Toritama e o distrito de Pão de Açúcar, no Agreste. As obras têm previsão de início no primeiro semestre de 2017 e conclusão para o fim de 2018.

Obra mais esperada principalmente pelas indústrias localizadas ao norte da Região Metropolitana do Recife, o Miniarco, com início previsto para abril de 2017, terá investimento de R$ 160 milhões e será executada e financiada por uma empresa privada, que irá administrar a estrada e cobrar pedágio. Já as outras obras serão financiadas com dinheiro público, sendo 90% do governo federal e 10% do Estado.

A BR-101, no trecho entre Paulista e Prazeres, será totalmente requalificada. Segundo o secretário de Transportes, Sebastião Oliveira, a pista será toda removida para a implantação de uma nova, colocando asfalto flexível no lugar do concreto que está lá. Esta obra, com 30,2 quilômetros de extensão, foi orçada em R$ 260 milhões e deverá ser iniciada em março do próximo ano.

Enquanto a obra estiver em andamento, serão feitos desvios pelo canteiro central da rodovia com o intuito de diminuir os transtornos.

No Agreste, a BR-104 será duplicada entre o município de Toritama e o distrito de Pão de Açúcar. A obra, que deverá ser iniciada em fevereiro de 2017, terá investimento de R$ 90 milhões e contempla também uma requalificação do entorno da pista nas proximidades do polo de confecções de Toritama.

Veja também

Veja os números da Mega-Sena de R$ 32 milhões
Loterias

Veja os números da Mega-Sena de R$ 32 milhões

Retomada surpreende shoppings, que veem mais concorrência com comércio eletrônico
Comércio

Retomada surpreende shoppings, que veem mais concorrência com comércio eletrônico