Governo cria grupo técnico para desenvolvimento do setor nuclear

O documento, publicado no DOU desta segunda-feira (30), diz que o grupo será integrado por representantes dos ministérios de Minas e Energia; Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações

Usinas nucleares Angra 1 e 2Usinas nucleares Angra 1 e 2 - Foto: Reprodução/Internet

Resolução do Comitê de Desenvolvimento do Programa Nuclear Brasileiro cria um grupo técnico que tem por objetivo dinamizar a área regulatória para o desenvolvimento do setor nuclear do país. O documento, publicado no Diário Oficial da União desta segunda-feira (30), diz que o grupo será integrado por representantes dos ministérios de Minas e Energia; Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações; Meio Ambiente; e do Gabinete de Segurança Institucional (GSI) da Presidência da República.

O Centro Tecnológico da Marinha, em São Paulo; a Secretaria Especial da Receita Federal; A Comissão Nacional de Energia Nuclear; a Eletrobras- Eletronuclear; o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis; as agências Nacional de Vigilância Sanitária; Nacional de Saúde Suplementar; Nacional de Mineração; e Naval de Segurança Nuclear e Qualidade integrarão também o grupo, cabendo a coordenação das atividades ao representante do GSI.

Leia também:
Estados Unidos testam míssil após deixar tratado nuclear
Kremlin confirma que submarino que sofreu incêndio era nuclear
Os riscos na instalação de usina nuclear em Pernambuco

O grupo técnico terá por objetivo preparar em 180 dias, a contar de hoje, podendo ser prorrogado por mais 180 dias, um relatório propondo diretrizes e metas para viabilizar a dinamização da área regulatória para o desenvolvimento do setor nuclear brasileiro, concluso ao Coordenador do Comitê de Desenvolvimento do Programa Nuclear Brasileiro.

Veja também

União Europeia quer que Mercosul assine compromisso com metas ambientais
economia

União Europeia quer que Mercosul assine compromisso com metas ambientais

Embaixador do Brasil nos EUA diz que decisão sobre 5G só sairá ano que vem
economia

Embaixador do Brasil nos EUA diz que decisão sobre 5G só sairá ano que vem