Governo da Suécia e o Porto Digital negociam contratos nas áreas de aviação civil e tecnologia

Parceria pode inserir o Porto Digital na cadeia de tecnologia aeroespacial brasileira

Betinho Gomes (PSDB) e Vavá Rufino (PTB)Betinho Gomes (PSDB) e Vavá Rufino (PTB) - Foto: Divulgação

Sede de empresas como Ericsson, Electrolux e Saab, a Suécia está de olho nas oportunidades de negócio existentes em Pernambuco. A ideia é desenvolver parcerias e contratos nas duas áreas econômicas que mais se destacam no país europeu: aviação civil e tecnologia. Por isso, o Porto Digital tem sido visto como uma porta de entrada para o mercado pernambucano pelos representantes da Suécia no Brasil.

O embaixador Per-Arne Hjelmborn veio até visitar o centro tecnológico na semana passada. Acompanhado da ministra-conselheira Pernilla Josefsson Lazo, ele conversou com o presidente do Porto Digital, Francisco Saboya, em busca de possíveis parcerias para o desenvolvimento de tecnologia aeroespacial. “Nós temos um acordo com o Governo Federal que autoriza o fornecimento de caças para a Força Aérea Brasileira, mas também prevê um intercâmbio tecnológico. E o Porto Digital é referência nas principais áreas da atividade empresarial sueca: tecnologia e aviação”, disse o cônsul da Suécia no Recife, Erik Sial.

Sial disse ainda que a conversa rendeu tanto que o embaixador já pensa em realizar um seminário de apresentação das empresas pernambucanas na Câmara de Comércio Brasil-Suécia, que reúne mais de 70 corporações suecas em São Paulo. “A visita nos aproximou do Porto Digital e do Estado, permitindo que as empresas suecas lembrem de Pernambuco na hora de investir”, falou Sial, contando que o embaixador também conheceu Suape, conversou com representantes da AD-Diper e se reuniu com o governador pernambucano, Paulo Câmara, na viagem.

Apesar de ainda não ter fechado nenhum contrato, o Porto Digital também avalia a visita como positiva. “A Suécia está mapeando lugares onde há a possibilidade de realizar parcerias tecnológicas no Brasil. Afinal, os governos brasileiro e sueco têm um acordo de cooperação. E, com a visita, nós já recebemos um primeiro contato. É uma aproximação”, explicou Saboya, contando que, se efetivada, a parceria pode inserir o Porto Digital na cadeia de tecnologia aeroespacial brasileira, que hoje se concentra em São José dos Campos. Saboya ainda disse que, graças aos estudos em tecnologia avançada e inteligência artificial desenvolvidos no Cesar e na UFPE, o Estado tem condições de atuar nesta área junto com a Suécia.

Recife sediará seminário de inovação

Não é só com a Suécia que o Porto Digital busca formalizar negócios. Logo depois da visita sueca, por exemplo, o centro recebeu o embaixador de Taiwan. O esforço de internacionalização das startups locais já rende até parcerias com foco em inovação contínua e planejamento urbano, visando a criação de ambientes propícios ao empreendedorismo, com o Reino Unido.

Os países promovem até uma semana de atividades sobre inovação, tecnologia e cidades no Recife na próxima semana. É a UK-Recife Tech and Cities Week, que acontece de 7 a 11 de novembro na aceleradora do Porto Digital, Jump Brasil, situada em Santo Amaro. Gratuito, o evento pretende reunir universitários, startups, empresários, pesquisadores e representantes do setor público a fim de promover troca de experiência e conhecimento, discussão sobre políticas públicas e também negócios entre Reino Unido e Brasil. Na ocasião, o Newton Fund vai, inclusive, lançar uma chamada pública para pesquisas com foco em cidades inteligentes.

 

Veja também

Jeep reafirma investimentos em Pernambuco
Goiana

Jeep reafirma investimentos em Pernambuco

Sorteio da Mega-Sena pode pagar prêmio de R$ 27 milhões neste sábado
Loteria

Sorteio da Mega-Sena pode pagar prêmio de R$ 27 milhões neste sábado