Governo de PE cede instalações para ajudar a Caixa Econômica

Escolas da rede estadual e o Centro de Convenções serão transformados em pontos de apoio para o auxílio emergencial

Filas em agências da Caixa no RecifeFilas em agências da Caixa no Recife - Foto: Arthur Mota/Folha de Pernambuco

Nesta segunda-feira (4), o Governo de Pernambuco formalizou a disponibilização de 26 escolas da rede estadual de ensino e o Centro de Convenções para a Caixa Econômica Federal instalar centros de informação para atender aos beneficiários do auxílio emergencial.

O auxílio tem sido responsável por filas quilométricas nas portas das agências da rede bancária. Algumas pessoas formam fila ainda na madrugada, e a falta de um movimento ordeiro tem causado aglomerações criticadas pelas autoridades de saúde.

O atendimento nesses novos pontos deverá seguir as orientações das autoridades sanitárias. “Nós enviamos um ofício para a Caixa e a Federação Brasileira de Bancos, com a sugestão de que os saques do auxílio emergencial possam ser realizados em outras agências bancárias de outros bancos públicos ou privados. Assim, vamos contribuir para diminuir as filas que hoje se concentram nas agências da Caixa Econômica”, destacou o governador Paulo Câmara.

Nesta segunda (4), a Prefeitura do Recife iniciou uma ação também para apoiar a Caixa Econômica. Oito agências receberam efetivo da Guarda Municipal para organizar filas e houve ainda ações de sanitização nas áreas. 

Acompanhe a cobertura em tempo real da pandemia de coronavírus

 

Veja também

Morre Roberto Mergulhão, proprietário do restaurante La Fondue, vítima de Covid-19
Luto

Morre Roberto Mergulhão, proprietário do restaurante La Fondue, vítima de Covid-19

Caixa paga hoje auxílio emergencial a nascidos em agosto
Economia

Caixa paga hoje auxílio emergencial a nascidos em agosto