Especialização

Governo de Pernambuco e UPE firmam parceria voltada à engenharia pública

A proposta é oferecer uma especialização a engenheiros públicos, fortalecendo o movimento da Construção Civil

Reunião que formalizou a parceria entre Governo e UPEReunião que formalizou a parceria entre Governo e UPE - Foto: Andrea Rego Barros

O Governo de Pernambuco, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Sdec), firmou uma parceria com a Universidade de Pernambuco (UPE) para valorizar a engenharia pública do Estado. O objetivo da cooperação é a criação de um curso de especialização a ser ofertado aos engenheiros, qualificando, assim, os profissionais do setor público nos municípios. O encontro para formalizar a parceria aconteceu nesta quinta-feira (25) e contou com a presença do reitor da UPE, Pedro Falcão, do secretário de Desenvolvimento Econômico, Geraldo Julio, da secretária executiva de Desenvolvimento Econômico, Ana Paula Vilaça, e do presidente da AD Diper, Roberto Abreu e Lima.

De acordo com a apresentação da UPE, o curso “Engenharia Urbana” será uma especialização lato sensu, com duração de um ano (360 horas), coordenado pela Poli/UPE e realizado no modelo híbrido (aulas remotas e atividades presenciais nos polos regionais). Poderão participar profissionais que atuem em áreas relacionadas à engenharia e as aulas serão realizadas no formato híbrido. “O foco é para os profissionais que atuam na gestão pública que precisam de uma capacitação. Mas vai ser aberto a quem tenha os critérios de formação superior nas áreas correlatas”, explicou a secretária executiva de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco, Ana Paula Vilaça.

Inicialmente o curso será pago, mas a depender do desempenho do aluno, como a frequência, ele será ressarcido pelo Estado, em função da parceria do Governo com a UPE. Esse formato foi elaborado para que haja um compromisso do aluno com a especialização. “Às vezes quando o curso é gratuito não há o comprometimento do aluno, as pessoas abandonam e a gente acredita que haverá uma grande procura. Então a gente estaria dando oportunidade para uma pessoa que não fosse aproveitar o curso”, disse Ana Paula Vilaça.

O secretário Geraldo Julio reforçou o entendimento da importância do setor como agente transformador de realidades sociais e econômicas nas cidades. “Toda a cidade ganha e a gente entende que é preciso esse impulso no setor para alavancar o desenvolvimento. É uma parceria forte, que terá efeitos bastante positivos, principalmente de médio e longo prazos”, falou o secretário.

O presidente da UPE destacou a importância da qualificação pessoal. “Valorizar o setor passa justamente pela qualificação de pessoas que estão na base dos municípios, para reverter o cenário e evitar que se repitam ações nesse sentido. O secretário Geraldo Julio, com sensibilidade, entendeu que a proposta vai ajudar muito o estado como um todo”, disse Pedro Falcão.

Veja também

Brasil recua no ranking global dos países com maior PIB per capita em 2020
Economia

Brasil recua no ranking global dos países com maior PIB per capita em 2020

Com piora da pandemia, bancos traçam cenário mais pessimista para a economia
Economia

Com piora da pandemia, bancos traçam cenário mais pessimista para a economia