Governo lança edital para estudo de viabilidade da Arena de Pernambuco

Finalidade é identificar o tipo de operação menos dispendiosa para a administração pública com o estádio

Antônio Campos contesta relatório final sobre acidente que vitimizou Eduardo Campos e outros cinco passageirosAntônio Campos contesta relatório final sobre acidente que vitimizou Eduardo Campos e outros cinco passageiros - Foto: Ed Machado/Folha de Pernambuco

O Governo de Pernambuco lançou, nesta terça-feira (08), o edital para a contratação de uma empresa para elaborar um estudo de viabilidade técnica, ambiental, econômico-financeiro e jurídico da Arena de Pernambuco. O documento vai indicar qual o melhor tipo de licitação para o Estado lançar no próximo ano com o objetivo de definir o novo gestor do equipamento.

De acordo com o poder executivo estadual, a finalidade é identificar o tipo de operação menos dispendiosa para a administração pública na exploração, manutenção e operação futura do empreendimento. Apenas após a conclusão do trabalho, será possível saber se será concessão simples, parceria público-privada ou outro modelo a ser apontado.

Edital

As empresas interessadas em realizar o estudo devem entregar uma proposta até o dia 30 deste mês. Após a homologação do resultado e publicação no Diário Oficial, a vencedora terá 120 dias para entregar o material.

Esta licitação para a realização do estudo de viabilidade seguirá o modelo de Procedimento de Manifestação de Interesse (PMI), previsto no decreto 43.000, de 2016. Nele, o valor da licitação, R$ 2,2 milhões, será pago por quem vencer a licitação final, quando será escolhida a empresa que irá explorar a Arena de Pernambuco.

A realização de um segundo estudo de viabilidade, após o da FGV, é primordial para o processo de licitação que deve ser lançado no ano de 2017. Isso porque, este estará atualizado com a nova realidade da Arena de Pernambuco, com nova administração e custos mais baixos .

Veja também

Open banking e Pix atrasam início da portabilidade de cheque especial
Economia

Open banking e Pix atrasam início da portabilidade de cheque especial

Ministro do STF propõe validar imposto sobre heranças transmitidas no exterior
impostos

Ministro do STF propõe validar imposto sobre heranças transmitidas no exterior