BRASIL

Governo prorroga por 15 dias venda exclusiva de carro com desconto para pessoas físicas

Compra de ônibus e caminhões, operações com pessoas jurídicas estão liberadas a partir desta quarta (21)

Carros popularesCarros populares - Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O governo decidiu prorrogar por mais 15 dias o prazo para que apenas pessoas físicas possam adquirir carros leves com os descontos entre R$ 2.000 e R$ 8.000 bancados pela União.

Pela medida provisória (MP) assinada em 5 de junho, os clientes teriam 15 dias de acesso exclusivo às condições mais favoráveis, prazo que se encerra nesta terça-feira (20). Só a partir disso é que empresas poderiam acessar o programa e comprar esses veículos.

A própria MP previa a possibilidade de prorrogação por mais 15 dias. Essa medida agora foi tomada pelo presidente em exercício Geraldo Alckmin, que também é ministro do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços.

A prorrogação dos 15 dias não inclui nenhum aumento do valor nem remanejamento entre as categorias contempladas. Foram reservados R$ 1,5 bilhão para o programa: R$ 500 milhões para automóveis, R$ 700 milhões para caminhões e R$ 300 milhões para vans e ônibus.

Para as demais modalidades do programa — compra de ônibus e caminhões —, as operações com pessoas jurídicas estão liberadas a partir desta quarta-feira.

Até o momento, o Ministério da Indústria autorizou o uso de R$ 320 milhões em créditos tributários para a venda de carros com desconto — equivalente a 64% do volume de recursos colocados à disposição nessa modalidade. Novos pedidos chegaram ao MDIC, mas ainda estão em análise.

Levantamento: brasileiro precisa de 50 salários mínimos para comprar carro popular; há quatro anos eram necessários 31

Mais cedo, Alckmin disse que o governo ainda não definiu se irá prorrogar o programa como um todo, mas indicou que dificilmente haverá injeção de novos recursos do governo.

— Isso vai ser decidido um pouco mais para frente. Provavelmente, essa não é uma decisão definitiva, mas provavelmente quando acabar os R$ 500 milhões, acabou o programa, o estímulo — afirmou.

Veja também

Meta e Apple discutem parceria em inteligência artificial, diz Wall Street Journal
TECNOLOGIA

Meta e Apple discutem parceria em inteligência artificial, diz Wall Street Journal

Grandes usinas solares igualam capacidade da hidrelétrica de Itaipu
energia limpa

Grandes usinas solares igualam capacidade da hidrelétrica de Itaipu

Newsletter