Greve geral: mais da metade das agências bancárias não abriram em Pernambuco

67% da categoria aderiram à greve

Bancos do Bairro do Recife Bancos do Bairro do Recife  - Foto: Leo Motta/Folha de Pernambuco

Mais de 67% dos bancários de Pernambuco não trabalharam nesta sexta-feira (28) em Pernambuco, em adesão à greve geral no Estado de Pernambuco. Com a paralisação, mais de 55% das agências de bancos públicos e privados, na Região Metropolitana do Recife e no Interior do Estado, não abriram as portas. Os números foram divulgados pelo Sindicato dos Bancários de Pernambuco esta tarde.

Pela manhã, em frente às agências bancárias no Centro do Recife, bancários se concentraram cedo para se posicionar contra as medidas do Governo Federal, que podem mudar as regras da Previdência Social e Trabalhista. O Sindicato dos Bancários de Pernambuco começou o trabalho de mobilização da categoria antes mesmo das 6h desta sexta.

De acordo com a assessoria da categoria, o sindicato montou um esquema para dialogar com gerentes e funcionários nas agências do Recife, Olinda e Jaboatão dos Guararapes. Eles souberam que as gerências dos bancos públicos e privados solicitaram que os funcionários começassem a trabalhar a partir das 6h.

Os bancários de Pernambuco decidiram participar da greve em assembleia realizada no dia 18 de abril. A categoria aprovou o fechamento das agências dos bancos públicos e privados por um período de 24 horas.

Veja também

Bolsa sobe com recuperação chinesa, atividade econômica brasileira e aprovação de vacinas
Mercado Financeiro

Bolsa sobe com recuperação chinesa, atividade econômica brasileira e aprovação de vacinas

Burger King convida 'Paulos Guedes' para nova campanha publicitária
Fast Food

Burger King convida 'Paulos Guedes' para nova campanha