Alimentação

Grupo Alimentação e Bebidas sobe 0,62% em maio ante alta de 0,70% em abril no IPCA

O grupo contribuiu com 0,13 ponto porcentual para a taxa de 0,46% do IPCA do último mês

O grupo contribuiu com 0,13 ponto porcentual para a taxa de 0,46% do IPCAO grupo contribuiu com 0,13 ponto porcentual para a taxa de 0,46% do IPCA - Foto: Freepik

O grupo Alimentação e Bebidas saiu de um aumento de 0,70% em abril para uma elevação de 0,62% em maio, dentro do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), apurado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O grupo contribuiu com 0,13 ponto porcentual para a taxa de 0,46% do IPCA do último mês. O custo da alimentação no domicílio subiu 0,66% em maio.

As famílias pagaram mais pela batata inglesa (20,61%), cebola (7,94%), leite longa vida (5,36%) e café moído (3,42%). A batata inglesa foi o item de maior pressão sobre o IPCA do mês, uma contribuição de 0,05 ponto porcentual.

Já a banana-prata, que recuou 11,74% em maio, teve o maior impacto negativo, ajudando a conter a inflação do mês em -0,03 ponto porcentual.

A alimentação fora do domicílio aumentou 0,50% em maio. O lanche subiu 0,78%, enquanto a refeição fora de casa avançou 0,36%.
 

Veja também

CNJ e Uber assinam acordo para combater violência contra mulheres
Violência

CNJ e Uber assinam acordo para combater violência contra mulheres

Arroz: Governo debate com setor arrozeiro e segura leilão para depois do Plano Safra
BRASIL

Arroz: Governo debate com setor arrozeiro e segura leilão para depois do Plano Safra

Newsletter