A-A+

Guedes: alta da inflação fará salário mínimo ficar acima de R$ 1.031

Ministro disse que valor do mínimo será definido anualmente

Paulo Guedes, ministro da economiaPaulo Guedes, ministro da economia - Foto: Wilson Dias/Agência Brasil

O valor do salário mínimo para 2020, a ser anunciado até 31 de dezembro, ficará acima dos R$ 1.031 aprovados no Orçamento Geral da União, disse há pouco o ministro da Economia, Paulo Guedes. Em entrevista coletiva para fazer um balanço de fim de ano, ele disse que o valor final dependerá do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), que mede a inflação para as famílias de menor renda. No entanto, o recente repique da inflação deve elevar o mínimo para um salário maior que o previsto.

“Nós temos de anunciar [o salário mínimo] para o ano seguinte, e a cláusula constitucional é garantir a inflação. Foi [anunciado] R$ 1.031, mas a gente sabe que, como INPC repicou, vai ser R$ 1.038”, disse o ministro. Mais tarde, no entanto, Guedes afirmou que o valor pode ser maior, dependendo da inflação.

O ministro ressaltou que a Constituição determina a manutenção do poder de compra dos trabalhadores, sem ganho acima da inflação. Pela legislação, o presidente Jair Bolsonaro tem até 31 de dezembro para editar o decreto com o valor do salário mínimo para 2020.

Leia também:
Governo quer tributar mais ricos sem fazê-los deixar o país, diz assessora de Guedes
Insatisfação do Congresso ameaça pautas econômicas de Guedes


Por causa da alta do dólar nos últimos meses e da disparada do valor da carne, a inflação teve uma alta nos últimos meses do ano. Em novembro, o INPC fechou em 0,54%, a maior inflação para o mês desde 2015.

O secretário especial de Fazenda do Ministério da Economia, Waldery Rodrigues, esclareceu que, para 2020, cada R$ 1 a mais no salário mínimo impacta os gastos da União em cerca de R$ 320 milhões.

Veja também

Manobra para furar teto eleva pressão sobre BC por alta acelerada de juros
Banco Central

Manobra para furar teto eleva pressão sobre BC por alta acelerada de juros

PCR anuncia pacote para 20 mil empregos na Construção
Recife Virado

PCR anuncia pacote para 20 mil empregos na Construção