Economia

Guedes diz que país está numa fase turbulenta, mas prevê queda do dólar

Ministro da Economia também citou que o dólar está mais alto do que o esperado

Ministro da Economia, Paulo Guedes, durante conversa com a imprensaMinistro da Economia, Paulo Guedes, durante conversa com a imprensa - Foto: Edu Andrade/Ascom/ME

O ministro Paulo Guedes (Economia) disse nesta terça-feira (4) que o país passa por uma "fase difícil e turbulenta", mas previu que o dólar começará a cair.

"Todas essas incertezas, a doença [Covid-19], a perspectiva de recessão, tudo isso afeta muito [o câmbio]. A dúvida sobre se nós vamos conseguir ou não prosseguir com as reformas, os boatos sobre um ministro pode cair, pode não cair. Nós vivemos uma fase difícil, turbulenta. Não é nada suave aqui", declarou em audiência pública na Câmara.

Ele citou que o dólar está mais alto do que o esperado. "Então, o fato de estar com o dólar um pouco acima, seria ótimo se caísse. Eu acho que vai cair aí na frente", afirmou o ministro, lembrando da alta nas exportações de commodities e o impacto disso no saldo comercial brasileiro.

Segundo Guedes, o Brasil, portanto, ficou mais rico diante desse movimento recente, mas ainda é preciso transferir essa riqueza para os mais vulneráveis. O ministro defende uma ampliação dos gastos na área social, inclusive com reformulação do Bolsa Família.

"O país ficou melhor na hora que sobe [o preço do] que ele produz", disse.

A audiência na Câmara reúne membros de quatro comissões: trabalho; finanças e tributação; educação; e seguridade social.
Guedes foi questionado sobre o corte na verba para o Censo demográfico, que foi novamente adiado.

Ao sancionar o Orçamento de 2021, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) fez mais um corte na verba para o Censo demográfico. A tesourada dessa vez foi de R$ 17 milhões.

Com isso, os recursos para a pesquisa, que inicialmente eram de R$ 2 bilhões, foram reduzidos para cerca de R$ 50 milhões. Esse é o valor que sobrou para o IBGE ( Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) realizar estudos e preparar a pesquisa.

Guedes afirmou que não coube ao Ministério da Economia essa decisão, que, segundo ele, foi política. "É um processo político".

Veja também

Guedes reafirma interesse em aprofundar parceria comercial com EUA
Relações Internacionais

Guedes reafirma interesse em aprofundar parceria comercial com EUA

Cresce em 72% o desligamento por morte de trabalhador com carteira
Mercado de trabalho

Cresce em 72% o desligamento por morte de trabalhador com carteira