Há R$ 200 milhões em crédito para micros e pequenos empresários, diz o ministro de Turismo

A declaração foi feita pelo ministro Marcelo Álvaro Antônio após sobrevoar praias do distrito de Porto de Galinhas, em Ipojuca, no litoral Sul pernambucano

Ministro do Truismo, Marcelo Álvaro Antônio, ao lado do secretário de Turismo de Pernambuco, Rodrigo NovaesMinistro do Truismo, Marcelo Álvaro Antônio, ao lado do secretário de Turismo de Pernambuco, Rodrigo Novaes - Foto: Rafael Furtado/Folha de Pernambuco

Questionado em Pernambuco sobre ajuda financeira a empresários afetados pela presença de óleo no litoral nordestino do Brasil, o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, anunciou, na manhã desta sexta-feira (25), que o ministério disponibiliza R$ 200 milhões para os micros e pequenos empresários que necessitarem.

“O Ministério do Turismo disponibiliza 200 milhões em linhas de crédito, através do Fundo Geral de Turismo (Fungetur), para o pequeno e microempreendedor que vir a necessidade de capital de giro, de reformas, de investimento para os Estados e as cidades impactadas pelo óleo vindo do mar”, declarou Marcelo Álvaro Antônio.

A declaração foi feita pelo ministro após sobrevoar praias do distrito de Porto de Galinhas, em Ipojuca, no litoral Sul pernambucano, e afirmar que as áreas estão livres do óleo e "aptas a receber os turistas".

Leia também:
Benefício pago a pescadores prejudicados pelas manchas de óleo não é suficiente
Pescador afetado por vazamento terá parcela extra do seguro-defeso

Marcelo Álvaro Antônio visitou Ipojuca acompanhado do secretário de Turismo de Pernambuco, Rodrigo Novaes, e o deputado federal Sílvio Costa Filho (Republicanos). Descalço, o ministro entrou no mar e comeu castanha e bebeu água de coco.

Veja também

Ninguém acerta a Mega-Sena e prêmio acumula em R$ 60 milhões
Loteria

Ninguém acerta a Mega-Sena e prêmio acumula em R$ 60 milhões

Violência contra a mulher também é um problema econômico, diz presidente da Avon
Avon

Violência contra a mulher também é problema econômico, diz presidente